Coronavírus: como lidar com o isolamento?

Casamento  /   /  Por Casal Em Construção

O que é coronavírus?

Você com certeza já ouviu falar sobre o novo coronavírus (COVID-19). Afinal, esse ser  microscópico parou o mundo inteiro nas últimas semanas. Ele está em todos os noticiários e nas conversas aflitas de milhares de pessoas, nos mais variados idiomas. E não é para menos.

Esse vírus é altamente contagioso e, por isso, foi decretada a quarentena nos países afetados pela doença – incluindo o Brasil. Ou seja, só é permitido sair de casa em situações de extrema necessidade, como ir ao mercado, farmácia ou hospital.

Se você mora sozinho, a dois ou em família, precisa estar preparado psicológica e financeiramente para encarar essa fase da forma mais leve possível. Por isso, é profundamente necessário estar por dentro de tudo que envolve o Coronavírus e de como ele pode impactar a vida das pessoas.

Quais os sintomas do COVID-19?

A transmissão do Coronavírus acontece pelo ar ou por contato pessoal com secreções como espirro, tosse, catarro, aperto de mãos ou por tocar na boca, nariz ou olhos após encostar em superfícies ou objetos contaminados. Os sintomas da infecção são bem semelhantes aos da gripe e podem levar até 12 dias para aparecer, já que o período médio de incubação do vírus é de 5 dias. São eles:

  • Tosse seca
  • Coriza
  • Febre
  • Dor de cabeça
  • Dor de garganta
  • Dificuldade para respirar
  • Mal-estar

De acordo com especialistas, a maioria das pessoas apresenta apenas sintomas leves. Porém, ao apresentar sinais mais graves como dificuldade para respirar, mal-estar e febre, é preciso procurar ajuda médica com rapidez.

Prevenção é a melhor proteção (até agora).

Apesar de especialistas do mundo todo estarem empenhados na descoberta da vacina de imunização contra o coronavírus, já realizando alguns testes, ela ainda não foi disponibilizada. Por isso, por enquanto, só temos a prevenção como arma contra esse vírus:

  • Lave as mãos com água e sabão. Se puder, utilize álcool em gel sempre que não tiver uma pia por perto.
  • Ficar em casa é fundamental para evitar a propagação do vírus. Por isso, tente manter o distanciamento social o máximo que puder.
  • Após ir ao supermercado, higienize todos os produtos comprados.
  • Ao chegar da rua, deixe sapatos na entrada de casa, coloque suas roupas para lavar e tome um banho bem caprichado antes de fazer qualquer outra coisa.
  • Vai tossir ou espirrar? Cubra o nariz e a boca com um lenço ou com a parte interna do antebraço.
  • Mantenha sua casa limpa e bem arejada – o vírus pode sobreviver por horas ou até mesmo dias em superfícies diversas.
  • Não compartilhe objetos pessoais.

Agora que você já sabe como ocorre a transmissão, quais são os sintomas e como se proteger do coronavírus, está na hora de pensar como encarar o isolamento da melhor maneira possível.

Coronavírus, como lidar com o isolamento?

Se você está preocupado ou até mesmo não sabe o que vai fazer com as crianças em casa, respire, expire e repita até colocar as ideias no lugar. Para começar, pratique a empatia. Se é difícil para você, que é adulto, imagine para crianças cheias de energia e com quase nenhuma compreensão do que está acontecendo no mundo.

Além disso, é comum (e até esperado) que os filhos reproduzam o comportamento dos pais. Logo, se os adultos estão estressados e ansiosos, provavelmente os pequenos ficarão da mesma forma. Mas como lidar com as crianças em casa durante a quarentena?

Resultado de imagem para crianças brincando
  • Seja sincero sobre o que está acontecendo – Na hora de conversar com os filhos sobre a situação, seja transparente, sem transmitir medo ou insegurança. Explique o que é o vírus, mostre que estão todos em casa para que permaneçam saudáveis e reforce as medidas de prevenção, como lavar as mãos com frequência e evitar tocar no rosto.
  • Mostre que eles podem se abrir com você – Muitas crianças têm medo ou vergonha de expressar o que sentem e, em situações como a que estamos vivendo, é comum que se sintam tristes e com medo. Encoraje seus filhos a falar como estão todos os dias e mostre como tudo vai ficar bem.
  • Atividades mil – Aqui em casa, logo no início da quarentena, já desenvolvemos uma lista com diversas atividades dirigidas para fazer com a Priscila, nossa filha de dois anos. É muito importante dedicar um tempo à realização de atividades educativas e recreativas para seguir com o desenvolvimento cognitivo e socioafetivo dos pequenos. Se você quiser essa lista com mais de 40 atividades, é só clicar aqui, entrar em nosso grupo no WhatsApp e pedir a sua.
  • Crie ainda mais intimidade com seus filhos mais velhos – Você já cansou de reclamar que seus filhos adolescentes não saem do videogame? Que tal se aproximar e pedir que eles o ensinem a jogar? Conversem mais, troquem perguntas, divirtam-se juntos. Esse é um ótimo momento para fortalecer laços familiares.

E como casal, como podemos amenizar os efeitos da crise?

  • Façam coisas juntos – Façam uma maratona dos nossos vídeos no Youtube, comecem a ver um seriado juntos, aventurem-se fazendo novas receitas na cozinha… Descubram (ou redescubram) formas de aproveitar esse tempo como casal.
  • E também façam coisas separados – Ter um tempo para si também é muito importante para preservar a saúde mental. Por isso, não se esqueça de ler aquele livro que você estava namorando há um tempão, de fazer um spa day em casa, se exercitar e se curtir.
  • Planejem as semanas seguintes – Para evitar pequenos atritos de convivência, o planejamento é a melhor arma. Afinal, aquilo que foi previamente combinado dificilmente abrirá portas para desentendimentos. Tire alguns minutos para organizar e dividir as tarefas domésticas e o calendário de saídas inevitáveis com o seu parceiro. Ah, e lembrem-se de estarem abertos a negociações. Durante o isolamento, nem todos os dias acordamos emocionalmente bem dispostos. Ser irredutível a respeito do planejamento pode causar situações desagradáveis entre o casal.
  • Se conheçam melhor – Pode parecer bobo, mas uma coisa é certa: existem diversas perguntas que você nunca fez ao seu parceiro, nem sabe exatamente qual seria a resposta dele. Durante o isolamento, que tal separar um tempo para se conhecerem melhor? Se não sabe por onde começar, nós desenvolvemos um kit com mais de 100 de perguntas para o casal se conhecer melhor do que ninguém.
  • Organizem-se financeiramente – Não temos certeza de quando a pandemia será controlada, por isso, sente com seu parceiro para organizar a vida financeira de vocês. Vejam juntos quais medidas serão tomadas, se precisarão cortar gastos e como evitar desperdícios. O dinheiro é um dos maiores motivos de crise em relacionamentos, não deixem que afete vocês também.
  • Ajude outros casais de amigos – Conhecem algum casal que está em pé de guerra durante a quarentena? Compartilhe essas dicas com eles e ajude outros casais a viverem em harmonia não só em isolamento, mas em qualquer situação que possa surgir.

Ah, e não se esqueça: fuja das fake news. O Ministério da Saúde tem um portal oficial com informações sobre o vírus e notícias atualizadas. Não acreditar em tudo que lê é uma das formas de preservar sua saúde mental. Mas também não deixe de se desconectar um pouco, equilíbrio é essencial nesse momento.

Gostou das dicas? Então você também pode nos acompanhar no Instagram, no Facebook e se inscrever em nosso canal no Youtube! 🙂

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Descobrir uma mentira que veio dos filhos costuma ser uma grande decepção. Afinal, parece que...

Quando falamos sobre “discutir relação”, o que você pensa? Vem algo bom ou ruim à sua mente?...

Todo mundo já sentiu ciúme pelo menos uma vez na vida. Uns sentem mais, outros sentem menos....

Deixe uma resposta