Quando e como discutir a relação?

Casamento  /   /  Por Casal Em Construção

Quando falamos sobre “discutir relação”, o que você pensa? Vem algo bom ou ruim à sua mente? Independente do que você respondeu, uma coisa é certa: a base de um relacionamento feliz é o diálogo, e discutir relação não tem nada a ver com brigas, gritos e acusações.

Por outro lado, se você e seu parceiro não conseguem se entender sem brigar, é porque falta encontrar a maneira certa e saudável de dialogar. Aprenda quando e como discutir a relação e leve você e seu parceiro a descobrirem um novo mundo de compreensão, intimidade e conexão entre vocês.

Acabem com o tabu da famosa D.R.

A D.R. é um tabu em muito relacionamento amoroso por aí. Falar sobre o que incomoda é fácil, mas efetivamente ouvir e propor soluções é uma responsabilidade que poucas pessoas gostam de atrair para si.

Quantas vezes você já assistiu a programas de auditório levantando uma grande polêmica sobre discutir relação? Neles, os homens entrevistados geralmente reproduzem a ideia de que “fogem disso” e pintam as mulheres como obcecadas por “brigar”. Mas não, discutir a relação não tem nada a ver com briga, e nem é preciso fugir disso.

A conotação negativa atribuída à D.R. surgiu com a banalização do diálogo e se intensificou com o insucesso de muitas tentativas. Discussões que não levam a lugar algum ou que acabam em briga criam a impressão de que, em uma relação, é melhor não conversar sobre nada.

Para ressignificar o diálogo e melhorar o relacionamento, é necessário assumir novas posturas e firmar com a outra pessoa um novo compromisso de dedicação à relação.

Parem de generalizar.

Agora que desmistificamos o conceito de discutir a relação, vamos aos próximos passos. Que tal deixar a generalização de fora do diálogo? Palavras como “você nunca” ou “você sempre” tiram o foco do que vocês realmente querem pontuar, já que transformam o ato falho em um traço de personalidade. Em vez de falar “você nunca faz o que eu peço”, troque por “o nosso acordo de que você iria lavar a louça hoje não foi cumprido, o que aconteceu?” – mas atente-se para não falar em tom de reclamação, e sim de conversa tranquila. Esse pequeno detalhe fará com que seu parceiro receba melhor sua mensagem, em vez de já ficar na defensiva, evitando brigas e desentendimentos.

Não discutam de cabeça quente.

Sabe aquele velho conselho que diz que um casal nunca deve dormir sem se resolver? Esqueça. A pior coisa que um casal pode fazer é discutir com a cabeça quente. Quando estamos irritados ou com raiva, não queremos nem conseguimos ouvir o outro lado. Nosso impulso é de querer ser ouvido, compreendido e receber um pedido de desculpas, o que nem sempre acontece.

Se os ânimos se exaltaram ou um dos lados ficou chateado com algo específico, não forcem a barra. Vale a pena se afastar por algumas horas e voltar a conversar quando as emoções estiverem brandas novamente.

Sejam claros um com o outro.

Quando você propõe um diálogo ao seu parceiro, o que você realmente quer dizer? Muitas pessoas se dispõem a conversar, mas não conseguem ser claras sobre seus sentimentos ou acham que o outro já deveria ter percebido que fez algo de errado. Por mais difícil que possa ser se abrir, lembre-se de que seu parceiro não possui bola de cristal e nunca terá a chance de evoluir se você não apontar claramente as atitudes dele que te incomodaram e os sentimentos negativos que você teve a respeito da situação.

Deixem o “mas” de fora.

Quando você insere o “mas” em algumas sentenças, pode parecer que está se colocando como prioridade, ou tentando ficar acima das necessidades do seu parceiro. Quando você fala algo como “Você quer ir ao cinema, mas eu quero jantar. Vamos a um restaurante!”, acaba expressando ou que sua vontade é mais forte, ou que está apresentando um impasse sem intenção de encontrar soluções para resolvê-lo. Que tal mudar essa frase para “Você quer ir ao cinema e eu estou com fome. O que podemos fazer sobre isso?

Pense e ouça antes de falar.

Fazer parte de um relacionamento pode ser fácil ou difícil. Tudo depende de como vocês encaram essa grande aventura de descobertas e concessões. Durante um diálogo, muitas pessoas acreditam que estão ouvindo seus parceiros, mas na verdade já estão formulando a resposta que vão dar.

Comprometa-se a entender o ponto de vista de quem você ama e reflita sobre os pontos que foram levantados durante a conversa. Falem sobre uma coisa de cada vez. Ter um tópico bem conversado é imprescindível para o bem-estar de qualquer casal. Sejam livres para falar e para ouvir e vejam como a conexão e a intimidade entre vocês vai chegar a outro patamar!

Gostou das dicas? Se você e seu companheiro precisam aprender melhor a discutir a relação, fale com a gente! Será um prazer aconselhar vocês nesta jornada!

Aproveite e confira nosso vídeo sobre o tema no canal.

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Descobrir uma mentira que veio dos filhos costuma ser uma grande decepção. Afinal, parece que...

O que é coronavírus? Você com certeza já ouviu falar sobre o novo coronavírus (COVID-19)....

Todo mundo já sentiu ciúme pelo menos uma vez na vida. Uns sentem mais, outros sentem menos....

Deixe uma resposta