Retrospectiva financeira da Família Quadrada

Dinheiro  /   /  Por Carlos Marcelo Bianchi

Como foi o início do casamento? Como dividimos as contas? Quando começamos a controlar os gastos? Alguma vez ficamos no vermelho? Que dificuldades a família quadrada passou? Quais foram as lições aprendidas? E o que um computador cor de rosa tem a ver com tudo isso?

Aproveitando o final do ano, nas últimas semanas, fizemos uma retrospectiva de nossa vida financeira e resolvemos trazer breves memórias nossas aqui para o blog, contando um pouco sobre como fazemos a gestão financeira da família.

 

Cofre de porquinho. Crédito da imagem: www.techguru.com.br/wp-content/uploads/2010/09/cofre-porquinho.jpg

Nunca tivemos problemas ou grandes dificuldades financeiras em função da educação que nossos pais nos deram, por sermos comedidos com os gastos e por não gastarmos mais do que temos.

Depois que casamos, durante cerca de 5 anos, não fazíamos nenhum controle de entradas e saídas nem pensávamos em investimento. Se sobrava dinheiro na conta, a gente acreditava ser suficiente.

Começamos criando o conceito de “dinheiro sem fronteiras“, ou seja, tudo que ganhávamos era nosso, para uso da família, com orçamento único. Adotamos esse modelo por simplificar as contas e o controle de nossa vida financeira.

Renda familiar é a renda do lar. Crédito da imagem: http://1.bp.blogspot.com/-shN7wC42V6g/TZTlZ5Bv5gI/AAAAAAAAA_0/8al0Ss6wSO4/s320/lar.jpg

Renda familiar é a renda do lar.

Nossa maior dificuldade sempre foi controlar os gastos. Chegamos a criar algumas planilhas, mas o principal a gente não conseguia: parar para lançar os gastos nelas. Mas houve um momento, quando eu fiquei um período sem trabalhar, em que nos organizarmos e mantivemos uma rotina de controle, pois a renda da família tinha caído pela metade. Após alguns anos de lançamentos, pudemos fazer médias e ter uma visão geral de onde gastávamos nosso dinheiro.

Outra dificuldade foi decidirmos sobre o imóvel próprio: comprar ou não? Tínhamos opiniões diferentes, mas nada como a boa matemática para nos ajudar. Na época, passamos meses fazendo contas, ouvindo opiniões, fazendo simulações e concluímos que não valia a pena pagar os juros da época (2004-2005): pagar aluguel era mais barato do que pagar os juros ao banco, principalmente se  a diferença for aplicada em algum investimento. E estamos assim até hoje.

Comprar ou alugar? Fonte da imagem: http://www.fiducialimobiliaria.com.br/v2/assets/financiamento_imovel.jpg

Comprar ou alugar?

Nunca deixamos de realizar planos em função da possibilidade de faltar dinheiro, mesmo em períodos em que eu ou a Mônica estava sem trabalho. É claro que nessa situação não dá para viajar, mas nossas filhas vieram justamente nesses momentos; não abrimos mão disso e nos prevenimos antecipando os gastos extras para eles não virem todos de uma vez.

Com receio de precisar levar a Amanda de madrugada para o hospital, compramos nosso primeiro carro usado. Somente 4 anos depois compramos um carro zero, modelo 1.0. E estamos com ele até hoje, 5 anos depois.

Carro usado. Crédito da imagem: http://www.carrosusadosbh.com.br/wp-content/uploads/2012/06/vendem-se-carros-usados.jpg

Ainda sobre o carro, há um ponto interessante: fazemos manutenções regularmente, de preferência antes de viajar. Embora pareça mais caro, prevenir sempre sai mais barato do que ter que resolver um problema causado pela falta de manutenção.

Geralmente, antes de comprar algo, nós pesquisamos muito e fazemos contas para saber se vale a pena, se cabe no orçamento e, principalmente, nos perguntamos várias vezes: “Precisamos disso?”, “Precisa comprar agora?”, “Se parcelar, teremos vantagens?”.

Fizemos negociação na escola para pagar a anuidade à vista, que traz duas vantagens: o preço menor e não ter aquela grande despesa mensalmente, permitindo maior flexibilidade no orçamento. Só não podemos esquecer de juntar dinheiro no decorrer do ano para a anuidade do ano seguinte. :)

Inicialmente, também, focamos nosso tempo em evoluir nossa carreira. Sabíamos que aumentar o valor de nossa hora de trabalho alavancaria nossos sonhos. E, assim, após alguns anos de muito esforço, conseguimos realizar o sonho de viajar para Orlando.

Embora a gente se dê muito bem, a gente discorda algumas vezes e, sendo o “dinheiro sem fronteiras”, todo gasto deve ser negociado. No início do casamento, criamos a regra de que todo gasto menor que 30 reais poderia ser feito sem culpa e sem consultar o outro. Hoje não levamos mais essa regra em consideração porque os preços subiram e, principalmente, temos uma confiança tão grande um no outro, que sabemos que qualquer compra fora da curva será negociada antes.

Houve uma situação interessante, em que eu queria um computador novo e a Mônica, não. Então, eu já estava quase desistindo quando mostrei a ela um computador cor de rosa. Ela se apaixonou por ele e acabou dizendo que, se fosse o computador cor de rosa, ela cederia. Ora, como para mim o que importava era o que estava dentro, aceitei na mesma hora. :)

Outro ponto interessante é que a viagem a Orlando era um sonho da Mônica, e não meu. Porém, como sabia que minha esposa e minhas filhas iriam ficar felizes, topei e nos organizamos para viajar. A diversão foi tanta que, hoje em dia, sou eu mesmo que mais faço questão de voltar.

Voltando um pouco na história, sempre tivemos aversão a riscos, mesmo fundos, por mais simples que fossem. Porém, quando comecei a ler sobre investimentos, notei que a gente não fazia por medo do desconhecido. Então investi tempo em conhecer fundos, bolsa, valores mobiliários, ações, siglas e jargões. Tive certeza de que tínhamos razão quanto a ser arriscado, mas que, sabendo o que se estava fazendo, esses riscos eram muito menores.

Os segredos dos casais inteligentes

Os segredos dos casais inteligentes de Gustavo Cerbasi

Lemos vários livros, principalmente os do Gustavo Cerbasi. O primeiro impacto (positivo) foi perceber que algumas decisões e atitudes que já tomávamos estavam próximas ao que ele sugeria; o segundo foi a certeza de que, se queríamos alcançar mais objetivos, tínhamos que investir. E assim a gente vem fazendo há 5 anos e, com alguns dos retornos que tivemos, pudemos ter a boa sensação da “segunda renda” gerada pelo dinheiro trabalhando por você.

Já tivemos planilhas mas, confessamos que após atingirmos um patamar de estabilidade de renda e gastos não fazemos com tanto afinco. Porém, sempre que queremos realizar algo grande, fazemos uma planilha de projeção de gastos futuros onde, com uma fórmula bem simples, a gente vai simulando entradas e saídas no decorrer do tempo e ele mostra se entraremos no vermelho ou não. Muito útil para não deixarmos o orçamento estourar.

As boas práticas que fazemos para as compras valem também para os investimentos: um tem que convencer o outro de que aquilo é bom, vale a pena e irá trazer um retorno para a FAMÍLIA, ainda que seja de longo prazo.

Que tal você fazer o mesmo? Faça uma retrospectiva também e conte para nós como está a sua vida financeira. :)

 

O dinheiro pode sorrir para você. Crédito da imagem: economia.culturamix.com/blog/wp-content/uploads/2012/08/Mitos-Sobre-Finanças-Pessoais-2.jpg

O dinheiro pode sorrir para você.

 

 

Gostou desta matéria? Leia estas também!

O que você faria com 200 milhões? Essa foi a pergunta que a Amanda fez pra mim e pro Marcelo ontem....

No quadro Pode Perguntar! que estamos fazendo no Snapchat, nos pediram dicas de livros...

Cuidado ao associar recompensas às atividades que seus filhos DEVEM fazer. Quem nunca falou para...

48 comentários
shadow-ornament

  1. Maristela 8 de janeiro de 2013 at 08:58 Responder

    Olá! também assisti vcs no mais voce e gostaria muito da planilha para controle de gastos! obrigada,

  2. Fabio Roberto Cardozo 8 de janeiro de 2013 at 08:42 Responder

    Muito boa suas dicas, também assistimos a matéria no mais você e já tinhamos decidido que 2013 vamos começar o planejamento anual e gostaria de saber se é possível compartilhar sua planilha com a gente….parabéns e que Deus continue os ajudando. Fabio Roberto Cardozo

  3. Fabio Roberto Cardozo 8 de janeiro de 2013 at 08:39 Responder

    Muito boa suas dicas, também assistimos a matéria no mais você e já tinhamos decidido que 2013 vamos começar o planejamento anual e gostaria de saber se é possível compartilhar sua planilha com a gente….parabéns e que Deus continue os ajudando. Fabio Roberto Cardozo

    • Carlos Marcelo Bianchi 10 de janeiro de 2013 at 10:38 Responder

      Olá Fábio. Obrigado. As planilhas estão no post: Planilhas para finanças pessoais e, apesar de ter nelas próprias algumas explicações, você pode tirar dúvidas conosco.

  4. Line Lopes 7 de janeiro de 2013 at 23:07 Responder

    Ola´familia quadrada gostaria que vcs mandassem uma planilha pro meu imail.Abraços.

  5. Line Lopes 7 de janeiro de 2013 at 23:05 Responder

    Ola´familia quadrada,adorei a entrevista no Mais Você.Gostaria que vcs mandassem uma planilha pro meu imail.Abraços.

  6. Ana Paula Marinho 7 de janeiro de 2013 at 22:53 Responder

    Também amei a matéria. e gostaria se possível do modelo da planilha. Que Deus abençoe vocês.

  7. Ana Silvia Correa da Silva 7 de janeiro de 2013 at 21:53 Responder

    Boa noite. Amei a matéria no Mais Você. Gostaria de receber algum modelo de planilha para que eu e meu marido possamos usar. Muito Obrigada!!

  8. Ale Sampaio 7 de janeiro de 2013 at 19:10 Responder

    Olá Família quadrada. Parabéns pelo sucesso d vcs e por mais uma conquista. Estou começando a fazer o planejamento financeiro da minha família e gostaria se vcs poderiam me enviar as planilhas utilizadas por vcs, e também se for possível, quais os cursos ou livros que ensinaram a vcs a lidar com investimentos( aplicaçao, fundos, bolsa), pois tb tenho receio de investir no escuro. Abraços

  9. Livia 7 de janeiro de 2013 at 18:25 Responder

    Olá Família quadrada, vi a reportagem na Fátima, que blog mais interessante, amei!! Adorei a história de vocês e achei muito válido o que vocês fazem. Gostaria, se possível, que me enviasse o modelo da planilha de vocês para tentar controlar nossos gastos também. Muito obrigada.

  10. elaine goes 7 de janeiro de 2013 at 17:15 Responder

    Bom dia! Acabei de ver a história de vocês no Mais Você e gostaria muito de seguir o exemplo… Por favor, vocês podem postar algum modelo de planilha para controle para que eu possa começar já esta mudança!

  11. Karina Soares Ramos 7 de janeiro de 2013 at 16:25 Responder

    Ola a historia de voces podem ajudar muito nos problemas financeiros que estamos passando neste moento aqui em casa sera que e possivel voes me enviarem um modelo planilha simples ?

  12. luzia 7 de janeiro de 2013 at 15:32 Responder

    gostaria se possivel voces me mandassem um modelo desta planilha, no meu email. Desde ja agradeço muito.

  13. chyntia 7 de janeiro de 2013 at 14:43 Responder

    Parabéns pela matéria de hoje na Ana Maria Braga. Gostaria de ter acesso a um modelo fácil e prático de planilha para orçamento familiar. Abraços e feliz Ano Novo !

    • Carlos Marcelo Bianchi 9 de janeiro de 2013 at 23:53 Responder

      Olá Chyntia. As planilhas estão no post: Planilhas para finanças pessoais e, apesar de ter nelas próprias algumas explicações, você pode tirar dúvidas conosco. Espero que ajude.

  14. Jander Neves 7 de janeiro de 2013 at 14:14 Responder

    Gostaria de receber de vcs o modelo de planilha para controle de gastos. Favor se possível envie-me no e-mail: [email protected] Agradeço e um ano de sucesso pra Familia Quadrado!!!!!! Abraço, Jander Neves

    • Carlos Marcelo Bianchi 9 de janeiro de 2013 at 23:53 Responder

      Olá Jander. Desejamos um 2013 de realizações para você também. As planilhas estão no post: Planilhas para finanças pessoais e, apesar de ter nelas próprias algumas explicações, você pode tirar dúvidas conosco.

  15. Marcelo González 7 de janeiro de 2013 at 11:52 Responder

    Gostaria de saber aonde posso conseguir aquelas planilhas de orçamento que vcs. estavam fazendo hoje no programa, ach que seria muito útil para todos!! Parabéns! Abs Marcelo

    • Rosangela 7 de janeiro de 2013 at 14:02 Responder

      Adorei a reportagem no Mais Você…. e já falei para meu marido que 2013 queremos fazer diferente, tenho um filho de 5 anos, e quem não sonha em conhecer a Disney. Se possível quero modelo de planilhas que vocês usam, e dar dicas de como atualizar a planilha que esse eu acho o mais dificil de fazer.. parabens e um enorme sucesso pra familia quadrada…

      • Carlos Marcelo Bianchi 9 de janeiro de 2013 at 23:52 Responder

        Obrigado, Rosângela. As planilhas estão no post: Planilhas para finanças pessoais e, apesar de ter nelas próprias algumas explicações, você pode tirar dúvidas conosco.

    • Carlos Marcelo Bianchi 9 de janeiro de 2013 at 23:42 Responder

      Olá Marcelo. As planilhas estão no post: Planilhas para finanças pessoais e, apesar de ter nelas próprias algumas explicações, você pode tirar dúvidas conosco.

  16. angela 7 de janeiro de 2013 at 11:13 Responder

    Que bom ver histórias assim….Gostaria de aprender a investir o dinheiro que sobra mas o medo do desconhecido não deixa. Compartilhe conosco onde e como??? obrigada angela sjcampos

    • Carlos Marcelo Bianchi 9 de janeiro de 2013 at 23:41 Responder

      Olá Ângela, é muito bom compartilhar nossas experiências. Muitas coisas já colocamos no blog e, com o passar do tempo, vamos colocando mais.

  17. Marise Leticia Sousa Mathias 7 de janeiro de 2013 at 10:04 Responder

    Bom dia! Acabei de ver a história de vocês no Mais Você e gostaria muito de seguir o exemplo… Por favor, vocês podem postar algum modelo de planilha para controle para que eu possa começar já esta mudança! Sou casada, mãe de dois filhos… Pedro Gabriel de 2 anos e Rafaella (ainda na barriga!), gestante de 4 meses… Obrigada e muito sucesso pra vocês!

    • Carlos Marcelo Bianchi 9 de janeiro de 2013 at 23:29 Responder

      Olá Marise. As planilhas estão no post: Planilhas para finanças pessoais e, apesar de ter nelas próprias algumas explicações, você pode tirar dúvidas conosco.

  18. Elaine Alves 7 de janeiro de 2013 at 10:04 Responder

    Olá Família Quadrada! Acabei de ver a reportagem de vocês no Mais Você e achei fantástica. Estou casada há 01 ano, e nesse período nos descontramos nas finanças pois ainda estávamos pagando algumas dívidas da reforma da casa, sempre fui contralada, mas acabamos fugindo do controle. Conversamos e decidimos que o ano de 2013 será diferente, já começamos a fazer o nosso planejamento e depois de ver a história de vocês fiquei ainda mais entusiasmada. Como vocês tbm tenho o sonho de conhecer a Disney, quem não tem né? Mais isso é mais para frente pq estamos fazendo um planejamento para a chegada de um possivel membro. Obrigada por compartilhar a história de vocês e espero conseguir o mesmo.

    • Carlos Marcelo Bianchi 9 de janeiro de 2013 at 23:28 Responder

      Olá Elaine. É isso mesmo, um sonho de cada vez. Nós temos ainda vários anotados. Faça isso também, anote todos os seus sonhos e desejos e vá elegendo um de cada vez! :)

  19. JESSICA PORFIRIO MORON CRUZ 7 de janeiro de 2013 at 09:45 Responder

    Vocês podem mostrar algum modelo de planilha para que eu e meu marido possamos nos espelhar? Muito Obrigada!!

    • Carlos Marcelo Bianchi 9 de janeiro de 2013 at 23:27 Responder

      As planilhas estão no post: Planilhas para finanças pessoais e, apesar de ter nelas próprias algumas explicações, você pode tirar dúvidas conosco.

  20. Renata 7 de janeiro de 2013 at 09:40 Responder

    Parabéns, adorei o blog! Muito útil para ajudar os casais que querem economizar mas não sabem por onde começar, assim como eu. O único passo que falta para realmente começar é convencer meu esposo, ele é muito gastador. Não poupa esforços na hora de gastar para realizar qualquer coisa que queremos, mas com um dinheiro que não tem. Mas quando falo em economizar, aí ele nem quer saber mesmo, o dinheiro vira só dele.

    • Carlos Marcelo Bianchi 9 de janeiro de 2013 at 22:11 Responder

      Olá Renata, O primeiro passo é mesmo não gastar o que não tem. É uma situação difícil mesmo, vamos ver como podemos ajudar. Se ele é compulsivo, a melhor forma de convencê-lo é matematicamente, mostrando que, cada vez que ele gastar mais do que tem, ele tem menos ainda para gastar. Outro argumento é que os juros que são pagos vão para o banco ao invés de serem gastos com ele mesmo. Pesquise na Internet sobre como usar melhor o cartão de crédito, como fazer o dinheiro render mais. Acreditamos que, com informação, reportagens, livros, sites e matemática, é possível provar que ele pode gastar mais, sem precisar se endividar. O que sugiro: http://www.saidoburaco.ith2o.com/ Este livro nós já lemos e é bem interessante: http://www.estantevirtual.com.br/lincolndamata/Rafael-Paschoarelli-Como-Comprar-Mais-Gastando-Meno

  21. Márcia 7 de janeiro de 2013 at 09:34 Responder

    Querida família quadrada… Gostaria de iniciar esse processo ao qual vocês estão muito adiantados. Minhas finanças são anotadas, mas nunca me toquei dos pequenos gastos que acabam destruindo minhas previsões. Será que poderiam me dar algumas dicas de implementação ou pelo menos o que sabota a nossa boa vontade…rs Tenho 3 filhos adolescentes, fazemos muitas decisões em conjunto, mas só eu trabalho, como professora tenho que criar estratégias e malabarismos o tempo todo para não ficar no vermelho o ano todo. Parabéns pela iniciativa de compartilhar essa experiência. Abraços a todos…

    • Carlos Marcelo Bianchi 9 de janeiro de 2013 at 22:07 Responder

      Olá Marcia, tudo bom? O fato de você anotar suas finanças já é muito positivo. Quando o orçamento está apertado, anotar os pequenos gastos é importante, mas deve ter imprevistos por aí. Tente fazer uma compilação dos gastos dos últimos meses para ver se você consegue identificar onde estão os “sabotadores”. Boa sorte.

  22. Glaucia 7 de janeiro de 2013 at 09:20 Responder

    Oi Mônica acabei de ver a história de vcs no Mais vc e ameiiiii..meu sonho sempre foi conhecer orlando mais tbm sou casada e mãe de duas meninas e perdi as esperanças por que é mto caro…porém qdo vi que vcs poupando conseguiram isso me deu ânimo,e gostaria de saber por quanto tempo vcs juntaram dinheiro para ir?? e quanto vcs poupavam por mês?? Obrigada! :)

    • Carlos Marcelo Bianchi 9 de janeiro de 2013 at 22:04 Responder

      Olá Glaucia. Como você ponderou, a viagem para Orlando é cara, mas é possível. Nós já tínhamos parte do dinheiro antes de decidir viajar e, depois disso, ainda tivemos que deixar passar pelo menos uns 6 meses e ainda tivemos algumas coisas para pagar depois da volta, por isso não consigo te responder quanto tempo exato. O planejamento durou pelo menos 2 meses. O ideal é, se você tem vontade de realizar esse sonho, comece a pesquisar e você mesma fazer um orçamento da viagem. A partir daí, é fazer contas e analisar como encaixar esse sonho, sem comprometer o orçamento. Coloquei no blog planilha de projeção de gastos futuros e outra de orçamento que te ajudarão nessa tarefa.

  23. Alessandra 7 de janeiro de 2013 at 09:18 Responder

    Olá Família! Parabéns pela administração financeira! Eu e meu esposo também gostamos de manter os gastos controlados para que possamos realizar nossos sonhos JUNTOS! Entramos em 2013 e estamos com um bebezinho a caminho, estou grávida de 5 meses e sabemos que muitas coisas irão mudar com a chegada deste novo membro, por isso queríamos receber dicas e saber se vocês tem algum modelo de planilha para inserirmos nossas receitas e despesas… Ah, e uma frase que pra mim já fazia muito sentido é : Nenhum fracasso no mundo compensa o fracasso no lar!.. se todas as famílias pensassem assim, muitos problemas sociais seriam resolvidos.

    • Carlos Marcelo Bianchi 9 de janeiro de 2013 at 21:58 Responder

      Olá Alessandra, tudo bom? É muito bom ter os gastos e ganhos controlados. Assim fica muito mais fácil mesmo fazer planos, fora a tranquilidade de saber que os imprevistos não irão tirar seu sono facilmente. As planilhas estão no post: Planilhas para finanças pessoais e, apesar de ter nelas próprias algumas explicações, você pode tirar dúvidas conosco. É tão bom ler que há mais casais que já comprovaram que trabalhar JUNTOS com o dinheiro sem fronteiras é muito bom e torna os controles muito mais fáceis, assim como a realização dos sonhos. Desejamos MUITA saúde ao seu bebezinho (Qual o nome?) e confira aqui mesmo em nosso blog, nas postagens antigas, várias dicas e informações que podem te ajudar no melhor momento da vida de vocês. Segue uma leitura indispensável: O bebê mais feliz do pedaço

  24. SELENE 5 de janeiro de 2013 at 13:50 Responder

    OLÁ PESSOAL Realmente eu sempre admirei vcs qto a organização financeira, e todas outras coisas. Que Deus sempre estaja com vcs e façam um casal indissolúvel cada vez mais. Bom minhas contas já estão pra la de bagdá um tempão Um carro q ja tem 11 anos, morando de aluguel e outras coisas que vou dizer pra vcs em particular. Até comprei os livros do Marcelo Cerbasi e ainda não li. Mas esse ano faço diferente. Parabéns, Família quadrada. bjs. Qdo vcs chegam?

  25. blog 4 de janeiro de 2013 at 01:17 Responder

    I have been absent for a while, but now I remember why I used to love this website. Thank you, I will try and check back more frequently. How frequently you update your site?

  26. José (pai da Mônica) 3 de janeiro de 2013 at 10:40 Responder

    Depois de ler esse texto com bastante atenção, analisando detidamente cada parágrafo, e levando em consideração que tenho uma certa participação no sucesso da vida do casal, em função dos ensinamentos que passei para a Mônica, especialmente os de ética e moral, fiquei com uma dúvida: Quando é que vocês vão mudar o nome do blog para Família Pentagonal?

    • Carlos Marcelo Bianchi 3 de janeiro de 2013 at 10:54 Responder

      Sim, quanto aos nossos pais terem participação no sucesso do casal! Meu pai sempre diz que os filhos têm obrigação de fazer, no mínimo, igual: “É daí, para cima.”. Portanto, confirmo que as lições foram muito bem aprendidas, mescladas e colocadas em prática. :) Quanto a Família Pentagonal, já é outra história. :)

      • José (pai da Mônica) 4 de janeiro de 2013 at 10:22 Responder

        Espero que vocês escrevam logo essa “outra história”!

        • Mônica Japiassú 4 de janeiro de 2013 at 10:24 Responder

          Ah, só escrever é moleza, pai! 😉

          • José (pai da Mônica) 4 de janeiro de 2013 at 10:59

            :-)

  27. Lilia Faria 3 de janeiro de 2013 at 09:57 Responder

    Se eu já admirava vocês antes imagina agora? Ótimo texto, excelente exemplo. vou adotar algumas dicas e comprar esse livro Beijos

    • Carlos Marcelo Bianchi 3 de janeiro de 2013 at 10:56 Responder

      Obrigado, Lilia. Se precisar de ajuda para começar, pode falar.

  28. Fernanda 3 de janeiro de 2013 at 00:35 Responder

    Adorei! Tenho o hábito de controlar todos os meus gastos e tenho me interessado cada vez mais em ler sobre esses assuntos e opiniões de finanças. Estão de parabéns, ótimos exemplos!

    • Carlos Marcelo Bianchi 3 de janeiro de 2013 at 10:57 Responder

      A parte mais difícil, para nós também, é ter o hábito. Você já está a frente e pode dar o próximo passo com segurança. Parabéns.

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>