Descubra aqui como lidar com ciúmes

Casamento  /   /  Por Casal Em Construção

Todo mundo já sentiu ciúme pelo menos uma vez na vida. Uns sentem mais, outros sentem menos. Alguns sabem lidar com ciúmes outros não. Mas ninguém escapa de se sentir inseguro em algum momento. “Mas o que a insegurança tem a ver com isso?” Absolutamente tudo. 

O ciúme é um sentimento que nasce do medo de perder quem amamos para outra pessoa, para um hobby ou até mesmo para uma profissão. Ao sentir ciúme, você expressa que não confia no seu próprio potencial e em suas qualidades, ou que tem dificuldade de acreditar que é amado. Mas como lidar com o ciúmes?

Para lidar com ciúmes, é possível tomar uma série de atitudes que podem salvar uma relação aparentemente condenada pela falta de confiança. 

1 . Faça uma análise do seu relacionamento

Seu relacionamento é pacífico ou conturbado? Você se tornou uma pessoa ciumenta ao longo do tempo e devido a outros relacionamentos ou seu parceiro atual criou esta essa insegurança em você? Qual é a raiz desse ciúme? Esses e outros questionamentos devem ser feitos na hora de tentar entender quando, como e por que esse sentimento surgiu. 

Se a pessoa que você ama já deu e continua dando diversos motivos para deixar você inseguro, talvez esteja na hora de reavaliar a relação. Cada vez que nossa confiança é quebrada, é preciso redobrar a atenção para impedir que isso afete nossa percepção da realidade e sobre nós mesmos. 
Agora, se o seu parceiro nunca deu motivos para que você desconfie dele, não permita que uma emoção infundada destrua a relação de vocês.

2. Respeite as diferenças.

Muitas pessoas entram em um relacionamento e, com o passar do tempo, começam a perceber algumas diferenças de personalidade, gostos e preferências. Divergências são absolutamente normais, e não precisam ser motivo de insegurança. 

É bastante comum encontrar pessoas que se sentem inseguras porque não entendem ou não gostam de algo que seu parceiro adora, acreditando que isso seja uma desvantagem em relação a pessoas de fora que possuem os mesmos gostos que seus amados. 

Se você aceitou entrar em um relacionamento com uma pessoa muito diferente de você, confie nela. Ela com certeza tem inúmeros motivos para se apaixonar por você todos os dias – acima de qualquer incompatibilidade de gostos ou até de opiniões.

3. Trabalhe sua autoestima.

Se você já fez o passo número um e já sabe que suas inseguranças não têm fundamento  para existirem, comece a investir em coisas que elevam a sua autoconfiança. Uma pessoa é reflexo dos cuidados que tem consigo. Por isso, cultivar uma boa autoestima é uma das melhores armas para lidar com o ciúmes de uma forma eficaz. Sentir-se interessante, além de afrodisíaco, é poderoso contra qualquer sentimento de inferioridade e insegurança. Pratique exercícios físicos, dedique um tempo para cuidar de si, medite, leia mais livros, pratique uma atividade que lhe dê satisfação e realização… Você escolhe o caminho – afinal, ninguém te conhece melhor que você mesma(o)!!

4. Mantenha a ilusão da posse longe da mente.

Alimentar a ideia de que seu parceiro é sua propriedade faz com que você passe a tomar atitudes que podem destruir seu relacionamento. Proibir amizades, momentos individuais, monitorar conversas e invasão de privacidade são atitudes de ciúme extremo e que levam o outro a se sentir sufocado dentro da relação. O medo constante de ser enganado faz com que ambos os lados sofram, o que causa um distanciamento natural, muitas vezes impossível de reverter. Tenha em mente que seu parceiro está com você porque gosta, não porque é obrigado. Livre-se da ilusão da posse. 

5. Diálogos e mais diálogos

Se você e seu parceiro efetivamente se conhecem e respeitam os sentimentos um do outro, não dê a vez para o ciúme: na primeira boa oportunidade que aparecer, fale qual situação deixou você inseguro aquele sentimento de insegurança em você. Mas não seja impulsivos em impulsividade, ok? Escolha o momento e o jeito certo de falar sobre o acontecimento. Sem gritos, acusações, chantagens emocionais ou pedidos de prova de amor sem cabimento. Ser maduro é fundamental, fazer joguinhos é totalmente prejudicial. 

6. Tente ser flexível.

Seu parceiro é a pessoa ciumenta da relação? Tente ser flexível. Busque entender o que o deixou ele assim e perceba que, às vezes, certas situações provocam insegurança. Ter empatia é a chave para um relacionamento saudável. Isso não quer dizer que você precisa aceitar atitudes abusivas provocadas pelo ciúme. Saiba ponderar quando a insegurança de seu parceiro deixa de ser um sentimento saudável para se tornar um peso na relação de vocês.

7. Olhe com os olhos de outras pessoas.

Um erro bastante comum de uma pessoa extremamente ciumenta é acreditar que todo mundo olha seu parceiro com os mesmos olhos que ela. Por mais incrível que ele seja, é necessário ser racional e lembrar que não são todas as pessoas que se sentem atraídas por ele, não é mesmo? E mesmo que alguém eventualmente se interesse pelo seu parceiro, essa é a hora perfeita para lembrar quem você é, e confiar no relacionamento que vem sendo construído desde que vocês se conheceram.

Se mesmo depois dessas dicas você continua sem saber como lidar com ciúmes na sua relação, procure ajuda. Como educadores conjugais e casados juntos há 23 21 anos, aprendemos e aplicamos inúmeras maneiras de eliminar esse sentimento da relação. Nem sempre é fácil, mas é sempre a melhor decisão.

Gostou das dicas? Veja o vídeo no nosso canal.

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Descobrir uma mentira que veio dos filhos costuma ser uma grande decepção. Afinal, parece que...

O que é coronavírus? Você com certeza já ouviu falar sobre o novo coronavírus (COVID-19)....

Quando falamos sobre “discutir relação”, o que você pensa? Vem algo bom ou ruim à sua mente?...

Deixe uma resposta