Pais cansados, filhos alterados

Filhos  /   /  Por Mônica Japiassú

– Ela não chora? É sempre calminha assim?

– Só chora quando tá com fome ou sono. Geralmente é muito quietinha!

Desde o primeiro mês da Priscila percebi que o fato de ela ser calminha se deve à calma que nós transmitimos pra ela.

Sendo ela a terceira filha, hoje somos mais experientes e maduros, o que nos torna realmente mais tranquilos ao cuidar dela, mesmo nas situações mais complicadas, como um cocô que vaza e suja tudo à sua volta, uma febre em reação às vacinas ou uma supergolfada de madrugada que suja a cama toda e a mamãe, obrigando-a a ir tomar banho cheia de sono.

E, assim como ela fica calma quando transmitimos calma, ela fica inquieta quando assim estamos.

De ontem pra hoje ela acordou duas vezes de madrugada – o que é incomum e nos fez ficar cansados durante o dia.

E quando estamos cansados, parece que atraímos só coisas negativas, né? Ou, o que acho mais provável, VEMOS coisas negativas em situações que não teriam relevância se estivéssemos tranquilos.

Hoje a Priscila está chorando mais do que o normal. E nós estamos mais cansados do que o normal.

E as duas frases anteriores deveriam trocar de lugar, pra se conectarem no sentido certo: pais cansados => filhos alterados.

Gostou desta matéria? Leia estas também!

– Está andando com firmeza e, em alguns momentos, anda rapidinho, quase correndo. – Começou a ir para...

– Começou a andar. Mas ainda alterna o engatinhar com o andar. – Come muito bem! E chora quando a...

Mas não foi ontem mesmo que eu senti aquelas dores quase insuportáveis das contrações? É, parece...

Deixe uma resposta