Consumindo livros

Dinheiro, Filhos  /   /  Por Mônica Japiassú

Após ter usado o dinheirinho que ganha semanalmente comprando um skate, a Amanda passou um bom tempo só juntando sua semanada.

No fim do ano passado, converteu parte do dinheiro em dólares para fazer compras em nossa viagem a Orlando. Desde que voltamos de lá, a Amanda não sentiu vontade de comprar mais nada, então voltou a somente guardar seu dinheirinho e ficou toda feliz quando percebeu que já tinha conseguido juntar mais de 200 reais.

Um dia desses, em um passeio pelo shopping, resolvi entrar em uma livraria com ela. Sentamos em cadeiras que estavam em volta de uma mesa cheia de livros em cima. A Amanda começou a folheá-los e se interessou pelo livro “As melhores piadas para crianças”, de Paulo Tadeu. Perguntei se ela queria comprar com seu dinheiro, e ela prontamente disse que sim.

Depois, continuou vendo os outros livros sobre a mesa e se interessou por um outro: “Oscar, o Furão Brincalhão – Bagunça na Escola”, que custava quase o dobro do valor do primeiro, mas mesmo assim ela também quis comprar. Já na fila pra pagar, Amanda viu um pacote com cartas do Desafio Ninja, do Club Penguin, que ela já estava procurando há algum tempo para aumentar sua coleção – e também quis levar.

Resultado: ela gastou quase R$80,00 na livraria e saiu de lá toda contente – e nós ficamos felizes por ela ter investido tão bem seu dinheirinho!

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Acompanhar a linguagem, o ritmo e tudo que rola dos adolescentes sempre foi difícil para os pais,...

Delícias em ser pai e mãe estão em detalhes como abaixo. Sempre que a Priscila vai no banheiro...

Não. Na minha opinião, a criatividade não é um dom que já vem com a gente desde o nascimento.A...

3 comentários
 
  1. Leo 26 de abril de 2013 at 11:07 Responder

    Legal! Quem dera se todas as crianças tivessem essa mentalidade. Essa será uma futura Carol (minha namorada), viciada em livros. Isso é excelente! Parabéns!

  2. Lúcia Japiassú 26 de abril de 2013 at 10:11 Responder

    É um amorzinho essa menininha! É muito legal ver como ela utiliza o diheirinho dela só com coisas que realmente que quer. TE AMO, minha netinha querida!

  3. José (pai da Mônica) 25 de abril de 2013 at 12:43 Responder

    A Amanda é um dos 3 netos mais bacanas do mundo!

Deixe uma resposta