Indo para o Shopping a pé

Nós babando e elas crescendo  /   /  Por Carlos Marcelo Bianchi

Indo para o Shopping a pé

Certa manhã de Sábado, há umas semanas atrás, quis ir passear com a Amanda pelo shopping para aproveitar que ele estaria vazio para a Amanda poder andar solta, livre e saltitante sem risco de esbarrar nas pessoas ou ser atropelada por alguém.

Achei que seria um dia normal, se não fosse por um pequeno detalhe: ao chegarmos na garagem, surpreendentemente a Amanda NÃO QUERIA ENTRAR NO CARRO!!!!. Dizia que estava com medo do cadeirão e por mais que eu perguntasse, ela não dizia o porquê.

Após insistir, tentar convencer de que não havia perigo ou problemas, ela não aceitou. Tentando bancar o papai compreensivo, afinal, ela pode mesmo não estar a fim de passear de carro, então propus voltarmos para casa e brincarmos.

Pois bem, tinham me avisado que filho é o cliente mais exigente do mundo. É a mais pura verdade!

Eis que a Amanda declara que quer ir ao shopping a pé!!!!!!

Eu imaginava que devia ser uns 20 ou 30 minutos para um adulto a pé, mas com a Amanda certamente seria mais, sem contar que ela, nos 5 primeiros minutos, ia pedir colo. Por isso, não concordei, mas ela não abria mão de NADA. Tinha q ir no shopping, e tinha que ser a pé.

Então fiz o acordo: já q ela queria, iria a pé, mas NÃO PEGARIA ELA NO COLO!!! E, para minha surpresa, ela aceitou!!!

Então começamos nossa jornada e, claro, ela pediu colo logo. Relembrei a ela o que combinamos e a danada continuou! Algumas dezenas de metros depois, ela pediu novamente: relembrei o combinado e ofereci que voltássemos. A sapeca disse que não! E voltou o rumo para o shopping. Na terceira vez que ela pediu colo, novamente ofereci que retornássemos mas ela disse que não, mas disse para pararmos para ela descansar, sentadinha. Só peguei ela no colo no final, para atravessar a rua movimentada, mas ela chegou lá, praticamente com os próprios pés, por volta de 11h, com sol na testa, 40 minutos depois.

Fiquei impressionado com a persistência e orgulho dela nessa jornada: manteve o objetivo e não deu o braço a torcer. Coincidência ecológica ou não, depois eu soube que aquele era o dia mundial sem carro!

E ela depois, ainda brincou muito e correu lá, bebeu bastante água e, claro, pedi para Moniquinha ir buscar a gente de carro.

Cadastre-se para receber e-mail quando houver posts novos!

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Blog renovado! Clique aqui para ir para nosso novo blog! Cadastre-se para...

Blogagem coletiva >> Relato de parto O relato de hoje não é do parto da Amanda (que pode ser visto...

Disney World >> Visto americano – Parte 2 Continuando os posts desta série, hoje farei um resumo do...

4 comentários
 
  1. Shamira 1 de novembro de 2007 at 12:42 Responder

    Muito altruista a lição.

    bjs

  2. Lilian 15 de outubro de 2007 at 19:34 Responder

    Nossa….tadinha da Amandinha…andou tanto 😉 mas é assim que se educa! parabens.

  3. paty madrinha preferida 12 de outubro de 2007 at 22:32 Responder

    Sensacional ela! hahahahah

  4. Lúcia 12 de outubro de 2007 at 21:42 Responder

    Essa menininha tem personalidade mesmo!!!!!! ahahahahahahahahaha
    Mas da sua casa até o Shopping é um bom pedaço…não sei como ela conseguiu !
    Acho que deve ter sido então por isso que na segunda-feira seguinte a esse fato, quando fui buscá-la na Creche ela disse que queria vir a pé! fiquei sem saber de onde ela tinha tirado essa idéia. Agora entendi! 🙂
    Beijinhos

Deixe uma resposta