Feliz 2006!

Nós babando e elas crescendo  /   /  Por Carlos Marcelo Bianchi

Feliz 2006!

Que dia é hoje mesmo? Hum, dia 18 de janeiro. Puxa, já faz 18 dias que o ano começou e ainda não escrevi o texto de final de ano. Não faltou inspiração, só faltou expirar um monte de coisas antes de escrever. Acho q estar diante do por do sol a (3600 pés ou metros, não ouvi direito) acima do nível do mar é uma boa idéia para expirar.

A cada ano q passa, é melhor do que o anterior para nós. Somos mais felizes, aprendemos e amadurecemos. Construimos coisas, fazemos mais arte, trabalhamos mais, ficamos mais cúmplices, nos conhecemos mais, tudo mais positivo, tudo menos negativo e, enfim, criamos uma filha.

Apesar de parecer estarmos caminhando para perfeição conjugal, temos problemas… Sim! Se nem mesmo gêmeos (univitelinos ou não, siameses ou não) concordam sempre com tudo, pq nós, meras almas gêmeas teríamos?

Ela gosta de doce, eu gosto de salgado. Eu como muita carne, ela pouco. Eu prefiro acordar cedo, ela dormir tarde. Eu gosto de política ela não. Eu não gosto de Copa do mundo, ela torce, pinta e pula!

Agora, um pequeno parênteses: diante deste cenário, o q a Amandinha irá escolher? Ansiamos tanto para ver quem ela vai puxar no que…

Apesar de parecer estarmos caminhando para perfeição conjugal, 2005 foi um ano difícil. Em janeiro a tão esperada Amandinha nos virou de cabeça para baixo e sem nenhuma cerimônia tomou nossos corações, olhares atenção e muito, mas muito sono! Graças a ela descobrimos quanto tempo disponível tínhamos escondido sem uso. O desafio é ela se acostumar com a gente e a gente se acostumar com ela. Autoritária, sempre ganha a gente no grito, no cansaço. Depois meses em meses assistindo cocoricó, dançando literal e não literalmente, inventando mil novidades distrativas, agora nós estamos nos entendendo: ela fala e nós obedecemos!!! 🙂

Aí vem o trabalho. Este ser concreto nos suga de segunda a sexta energia com as coisas mais mirabolantes, extraordinárias e fantásticas. Não, não e NÃO! Não é queixa. Faz parte da vida mesmo: tem seus altos e baixos. Eu gosto mais do baixo no alto. Ou seria alto no baixo? Bem, vou explicar melhor: sabe qdo vc tá passando um perrengue, tudo tá mal e vc, cercado, acuado e olpicafelárdino (não sei se é com l ou u) pede socorro. Todos sabem quem é meu socorro número um, né? Só q como trabalhamos em empresas e com coisas diferentes, nem sempre ela pode me dar uma luz, mas me dá muita força e ânimo para seguir. Aí esta vem dos colegas mesmo q te ajudam a resolver os problemas e elucidar q na Informática, mistérios existem até que se prove ao contrário. E aí, resolvida e passada a intempérie, vc fica feliz, extasiado e vitorioso! É o gosto e orgulho da subida realizada! Como tive subidas neste ano.

Aliás, tivemos muitas subidas este ano. Aprendemos, juntos, muito, tudo. Nada mais e nada menos do que o sumo amadurecimento deste amor que cresce a cada dia. Seria muito ruim termos isso só para nós. A sinceridade e a compreensão estamos certos que é a força motriz para tudo entre 2, 3, 4 e etc, dar sempre certo no final. Claro q dificuldades passamos, só q garantimos q tudo é vencível qdo não se pensa só em si e sim no conjunto perfeito que se tenta construir.

Esta é a essência da existência do blog e o combustível é ler sempre q tem pessoas q acompanham, acreditam e absorvem tudo de bom que queremos passar, com tudo que acontece em nosso dia a dia, simplesmente.

Esta é a essência da nossa família, da nossa felicidade, de nossas construções, passos e de nosso futuro.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2006 – 21:10

Cadastre-se para receber e-mail quando houver posts novos!

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Blog renovado! Clique aqui para ir para nosso novo blog! Cadastre-se para...

Blogagem coletiva >> Relato de parto O relato de hoje não é do parto da Amanda (que pode ser visto...

Disney World >> Visto americano – Parte 2 Continuando os posts desta série, hoje farei um resumo do...

11 comentários
 
  1. sandra lùcia 19 de abril de 2006 at 12:27 Responder

    eu tenho um filhinho de 1 ano e 4 meses, erei fazer a festa dele de 2 anos q serà em dezembo, gostaria q vc m mandasen alguma sugestão, o tema eu ja tenho ,a turma do cocoricó,mais nao tenho muita opçao de lembraçinhas bjos.

  2. vilmajapi 4 de fevereiro de 2006 at 02:46 Responder

    OLPICARFELARDINO… CRUZES! Marcelo assim vc nos ofende com esses palavroes…

  3. vilmajapi 4 de fevereiro de 2006 at 02:41 Responder

    Assim vcs crescem… com filhos, esses nos empurram queiramos ou nao. Mas essa e a vida- viver todos os momentos procurando sempre entender e solucionar os problemas que surgem e ser muito feliz. Isso e o que importa… Bjos , meus fofos.

  4. Adria (madrinha junto com o Leo) 2 de fevereiro de 2006 at 23:56 Responder

    Vcs são lindos! Amo vcs muito muito!
    Fonte de inspiração e o único motivo pelo qual eu ainda acredito nas pessoas!

    Tem dias q eu penso q não existe mais sinceridade, nem amor, nem nada de bom nesse mundo mesmo! Aí eu venho aqui… E encontro os contra-exemplos pra minha teoria… E volto a sonhar! ;***

  5. Erika Leonetti 30 de janeiro de 2006 at 15:46 Responder

    Bem, o que dizer de vocês…
    O casal mais lindo que já conheci. A família sonhada por todos. Adoro ler o que vcs três (hihihi) escrevem…
    Quando a Amandinha crescer um pouquinho mais, vai ser legal ela ler isso tudo e entender o sentimento de todos por ela e dela por todos…
    Muito legal, caro amigo Marcelo, o post que fez. Literalmente vc resumiu em poucas, mas sinceras palavras o que se poderia dizer em inúmeros posts… e VOCÊ CONSEGUIU!!!
    Parabéns cara amiga Mônica (se assim os posso chamar, claro) pelo marido e filha que tem!!!
    Desejo tudo sempre de bom pra vcs.
    Lembre-se que sempre passo para ler, mesmo que não comente… E aguardo a comunidade do orkut “Nós amamos a Amandinha”.
    Beijinhos a todos.

  6. Mandynha 26 de janeiro de 2006 at 01:01 Responder

    OIE XD, estou passando para conhecer esse blog e conhecer tb a minha linda xarázinha heheh esse blog é realmente maravilhoso!! Até a próxima e uma linda semaninha!

  7. Rosana & Bellinha 25 de janeiro de 2006 at 12:39 Responder

    Monica e Marcelo

    Dainte de tão profundo post , só me resta desejar a vcs toda a felicidade do mundo , que vcs possam sempre manter essa forma positiva de ver vida e merecidamente colher os bons frutos que ela oferece.
    Deus os abençoe sempre.

  8. Mônica Japiassú 23 de janeiro de 2006 at 17:07 Responder

    HAHAHAHAHA! Mãe, vc deu uma ótima idéia! Vamos fazer uma enquete! 🙂

  9. Mônica Japiassú 23 de janeiro de 2006 at 17:07 Responder

    Lindo! Lindo! Lindo!
    Os posts do meu maridinho são sempre demais mesmo! Ele demora a postar, mas quando posta é pra arrasar! 🙂

    Graças ao nosso infinito amor e às bênçãos do Papai do Céu, estamos sempre caminhando para a perfeição conjugal mesmo, meu amor! E como minha mãe disse, estamos conseguindo isso com louvor!

    Te amo pra sempre forever pra sempre!

  10. Lúcia Japiassú 23 de janeiro de 2006 at 16:49 Responder

    Marcelo, você só esqueceu de dizer que tb está de bem com o Aurélio, porque “olpicafelárdino, intempérie, força motriz “…ARRASOU, GENRINHO! :))

    Brincadeiras à parte, a vida a dois (agora a três) é isso mesmo: tem dias de altos e dias de baixos. Tem é que fazer a média desses dias, aprender, e ir em frente. E isso vocês estão conseguindo fazer com louvor!

    Que Deus os conserve assim pela vida inteira.

    Agora…o que é “olpicafelárdino”? vocês podiam fazer uma enquete aqui no BLog para ver quem sabe o que é sem ver no Aurélio! 🙂

    Beijinhos

  11. Dany e Isadora 23 de janeiro de 2006 at 09:33 Responder

    Nossa! esse post foi profundo!! demorou mas arrasou,né? parabéns por sua linda familia!!
    beijos a todos!

Deixe uma resposta