Eu quero! Eu quero! Eu quero!

Dinheiro, Filhos  /   /  Por Mônica Japiassú

Semana passada deu o estalo do consumismo na Letícia! Pela primeira vez, ela ficou falando “Eu queeeero!” ao ver um comercial de brinquedo na televisão.

Hoje eu estava vendo um encarte específico para o dia das crianças, repleto de brinquedos, e ela estava do meu lado. A cada página que eu passava, ela dizia uns três “Eu queeeero!”.

Eu falei pra ela: -Mas você quer tudo? A mamãe não tem dinheiro pra comprar isso tudo não.

Ela não insistiu, foi fazer outra coisa e depois voltou, pedindo pra ver o encarte de novo. Entreguei a ela, para vê-lo sozinha, e após passar algumas páginas, ela virou decidia pra mim e falou: -Mamãe, eu quero SÓ a Valélia!

Boneca Valéria (personagem da novela Carrossel)

Boneca Valéria (personagem da novela Carrossel)

É, acho que ela já começou a entender que não dá pra ter tudo que quer! 🙂

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Nesse últimos 3 meses, a Priscila evoluiu bastante! 🙂 – Está falando várias...

E ontem nossa caçulinha completou 2 aninhos!E passou tanta coisa pela minha cabeça:– Os 2 anos da...

– Mamãe, posso conversar com você? – Só um instante. Deixa eu acabar de fazer isso aqui e já podemos...

8 comentários
 
  1. leticia 26 de junho de 2013 at 12:13 Responder

    eu teenho uma

  2. emilly santos reis 9 de março de 2013 at 09:53 Responder

    ela e bonita mesmo

  3. kenia 7 de janeiro de 2013 at 12:01 Responder

    Eu, meu marido e minha filha formamos uma bonita família. Agradeço a Deus poe isso. Porém, o que causa desentendimento entre nós é a questão financeira. Meu marido e eu não conseguimos nos entender. Fico muito triste com isso. Gostaria que fosse diferente, que combinássemos e planejássemos juntos. Mas tanto ele como eu tomamos decisões isoladas e sem pensar um no outro. Como posso agir para curar essa ferida que machuca nossa família?????

    • Carlos Marcelo Bianchi 9 de janeiro de 2013 at 23:51 Responder

      Olá Kenia. A situação é delicada e achamos que a abordagem deve ser assim. Antes de ter o lado financeiro unido, é preciso trabalhar a convergência da família no dia a dia, em pequenas coisas. A união em tarefas e pequenas realizações podem dar o gosto a família dos benefícios do trabalho em conjunto e, só depois, com a união sólida, a visão e os sonhos passam a ser únicos e vocês conseguem pensar no lado financeiro sem discórdia. É claro que é normal ter divergências desde que elas sirvam para fazer a família crescer, e não para individualizar seus membros. Espero ter ajudado. Boa sorte.

  4. Anatielly 21 de outubro de 2012 at 10:38 Responder

    Nossa gente,que iniciativa bacana,compartilharem a vida da familia de vocês,se eu fisse-se isso,acho que ninguem iria querer ficar lendo.só teria coisas ruins.eu tenho 23 anos e confeço que não sei lidar com minha familia,eu não sei o que me da,eu trato mal o meu marido,e o meu filho,quando vou ver,já fiz.sinto que preciso mudar o mais rapído possivel,se não ja era,minha familia.parabêns gente.

    • Mônica Japiassú 22 de outubro de 2012 at 11:03 Responder

      Anatielly, certamente você não teria somente coisas ruins para contar. Só o fato de ter um marido e um filho ao seu lado já é motivo de felicidade! Se você já reconhece que precisa melhorar seu relacionamento com eles, já deu o primeiro grande passo! Agora pare e reflita O QUÊ você precisa fazer para melhorar. Escreva num papel, para registrar melhor na sua mente, e vá implementando cada item aos poucos. Não tente fazer uma mudança grande de uma vez só, pois será mais difícil de conseguir e você pode se frustrar. Comece por pequenas coisas, como agradecer pequenos gestos de seu marido, dizer o quanto ficou feliz por ele ter feito algum favor para você. Depois vá superando cada dificuldade que você tem atualmente. Se quiser, venha nos contar sobre seu progressos. Vamos gostar muito de acompanhar sua felicidade!

  5. Lúcia Japiassú 8 de outubro de 2012 at 09:09 Responder

    Sábado, aqui em casa, ela me pediu a Barbie não sei das quantas. Segundo a Amanda, é uma Barbie nova. Vou ter que inventar uma comemoração para a mamãe Mônica deixar eu comprar prá ela….kakakakakakakaka

    • Mônica Japiassú 8 de outubro de 2012 at 09:59 Responder

      Hum, se você entrar na onda dela, vai ter que arranjar data comemorativa todos os dias, mãe! Hahahaha!

Deixe uma resposta