Disney World >> Visto americano – Parte 1

Nós babando e elas crescendo  /   /  Por Mônica Japiassú

Disney World >> Visto americano – Parte 1

Antes mesmo de termos os passaportes das meninas, paguei a taxa de informações e agendamento no site da Embaixada dos EUA e comecei a me informar sobre os procedimentos necessários para receber nosso visto americano.

Cheguei a pedir orçamento de uma empresa especializada em resolver essa parte burocrática de passaporte e visto, mas achei o valor muito alto (cerca de 500 reais por pessoa, por eu ter dito que tinha pressa), então resolvi que eu mesma faria tudo. Mais um dindim para gastar lá, né? 😉

Fiquei umas 3 semanas acessando regularmente a página de agendamento do visto, para ter uma ideia de quando eles liberam vagas novas, e percebi que isso sempre acontece nos fins de semana.

Uma semana antes de buscar os passaportes das meninas, só havia vaga para a entrevista do visto no meio de fevereiro. Depois de buscá-los, verifiquei a página de agendamento no sábado à tarde, e a situação era a mesma. No próprio sábado, à noite (por volta de 22h), apareceram vagas para o mês de dezembro quase todo (mas todas às 7h da manhã).

Não perdi tempo e agendei logo para o dia mais adequado para nós, mesmo sabendo que teríamos que madrugar naquele dia, já que eles recomendam que se chegue lá meia hora antes do horário marcado (ou seja, às seis e meia da manhã).

Bom, pelo menos eles não exigem a presença de crianças com menos de 14 anos, então a Amanda e a Letícia não precisariam ir conosco.

No mesmo dia em que consegui fazer o agendamento, preenchi o formulário DS-160, necessário para a entrevista do visto. É um formulário chatíssimo de preencher e deve ser feito para cada pessoa, inclusive as crianças. O primeiro preenchimento é o mais chato de todos, já que temos que ler tudo com a maior atenção, mas os outros são repetições, então dá pra fazer mais rapidamente.

Enquanto estamos preenchendo o formulário, é importante ir salvando de vez em quando, já que ele é todo preenchido on-line. Então, se sua conexão com a internet cair e você não tiver salvado o que já preencheu, babau, vai ter que fazer tudo de novo.

Algo que eu fiz e me ajudou muito foi escrever várias informações sobre cada um de nós em um editor de texto previamente (nome completo, número do passaporte e sua validade, data de nascimento, endereço etc). Assim, eu só ia copiando do editor de texto e colando no formulário on-line. Conforme eu fui vendo outras informações que o formulário ia pedindo, já ia completando os dados das outras pessoas no editor de texto.

Levei 6 horas preenchendo 5 formulários. Foi cansativo, mas o saldo foi positivo, afinal economizamos uma boa grana. 🙂

No próximo post da série, farei um resumo com os principais pontos necessários para a solicitação de visto americano.

Cadastre-se para receber e-mail quando houver posts novos!

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Blog renovado! Clique aqui para ir para nosso novo blog! Cadastre-se para...

Blogagem coletiva >> Relato de parto O relato de hoje não é do parto da Amanda (que pode ser visto...

Disney World >> Visto americano – Parte 2 Continuando os posts desta série, hoje farei um resumo do...

2 comentários
 
  1. Edwiges 8 de fevereiro de 2012 at 17:07 Responder

    Mo, vou ler tudo sobre isso, vou querer todas as dicas e tb sobre custos e gastos, do tipo, qt em média temos que economizar para viajar e qt precisamos levar para gastar lá com alguma folga. Se depois vcs puderem me esclarecer. Eu penso em viajar pra lá tb talvez em 2013, mas não sei se no início do ano ou no final. Tb não sei se poderemos ir pq posso estar me recuperando da cirurgia pós-bariátrica, né? Mas de todo jeito, iremos e preciso das dicas valiosas de vcs. Que bom que temos em quem confiar para perguntar tudo que não sabemos!!!

  2. MI 29 de janeiro de 2012 at 10:11 Responder

    Pelo visto vai ficar muito bom este tutorial! 🙂
    Já saberei aonde procurar informações no futuro…bjos

Deixe uma resposta