Como arrumar a casa depois das festas?

Casamento  /   /  Por Carlos Marcelo Bianchi

Depois das festas, a diversão foi muito legal mas parece que passou um furacão e temos que arrumar tudo… Mas recebemos nos últimos dias do ano um poema que ajuda a gente deixar a casa arrumada na medida certa! A nossa já está com vida assim!

CASA ARRUMADA

Casa arrumada é assim:
Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz.
Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela.
Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas…
Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:
Aqui tem vida…
Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras e os enfeites brincam de trocar de lugar.
Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.
Sofá sem mancha?
Tapete sem fio puxado?
Mesa sem marca de copo?
Tá na cara que é casa sem festa.
E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.
Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.
Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante, passaporte e vela de aniversário, tudo junto…
Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.
A que está sempre pronta pros amigos, filhos…
Netos, pros vizinhos…
E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brinca ou namora a qualquer hora do dia.
Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.
Arrume a sua casa todos os dias…
Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela…
E reconhecer nela o seu lugar.

Carlos Drummond de Andrade (1902-1987)

Para saciar os curiosos: depois de usar como tina, a máquina de lavar continua funcionando normalmente. Viva! \o/

Máquina de lavar como tina de gelo

A máquina de lavar virou tina de gelo e sobreviveu! Bebidas geladas para festa, e roupas limpas depois.

 

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Decidir unir as escovas de dentes traz junto outras responsabilidades. Afinal, viver sob o mesmo...

No começo do namoro tudo é festa. É aquele mundo novo, cheio de novidades, paixão e alegria. A...

A ideia de que só o amor sustenta um relacionamento é tão ultrapassada, que deveria ficar apenas...

6 comentários
 
  1. Lúcia Japiassú 3 de janeiro de 2014 at 12:06 Responder

    Leo, se a moda pega…já imaginou nos casamentos uma máquina de lavar na pista, fazendo caipirinha…vai ser a atração da festa! kakakakakakak

  2. Leonardo Nunez de Miranda Reis 3 de janeiro de 2014 at 10:46 Responder

    Deixa eu ver se entendi o lance da máquina de lavar: se eu quiser fazer uma caipirinha gelada, eu ponho gelo, absolut e limão na mãquina de lavar e ligo ela. Aí é só esperar uns minutinhos que a caipirinha carioca está pronta? Fantástico!

    • Mônica Japiassú 3 de janeiro de 2014 at 10:49 Responder

      Hahahahha!! Entendeu direitinho, Léo! E pode incluir isso nos seus shows de stand-up! 😉

  3. Lilia Faria 3 de janeiro de 2014 at 10:39 Responder

    Nossa que ideia divertida!! Nunca pensei nisso, simplesmente incrível! rs. Mas nada como arrumar a casa depois, né? Bjos

    • Carlos Marcelo Bianchi 4 de janeiro de 2014 at 09:36 Responder

      Na verdade, Lilia, a gente curte arrumar a casa antes, pois é a única oportunidade que temos para colocar as coisas no lugar e despachar outras esquecidas num canto. Arrumar a casa depois já dá preguiça! 🙂

  4. Lúcia Japiassú 2 de janeiro de 2014 at 22:28 Responder

    O Carlos Drummond de Andrade usou um monte de desculpas prá ter a casa bagunçada….kakakakakaka Não acreditem nele, arrumem a casa! 🙂

Deixe uma resposta