A mãe perfeita

Filhos  /   /  Por Mônica Japiassú

Vejam o poeminha que dei para a minha mãe no dia das mães de 2001, quando eu nem tinha me casado ainda.

Agora que sou mãe duas vezes, consigo imaginar o quanto minha mãe se emocionou ao recebê-lo! 🙂

A Mãe Perfeita
(Mônica Japiassú)
A mãe perfeita não é aquela
que bate, briga e castiga.
A mãe perfeita é aquela
que conversa, explica, é amiga.
A mãe perfeita não é aquela
que compra os filhos com presentinhos.
A mãe perfeita é aquela
que está sempre por perto dando amor e carinho.
A mãe perfeita não é aquela
que repreende os filhos por terem errado.
A mãe perfeita é aquela
que conserta seus erros com todo cuidado.
A mãe perfeita não é aquela
que nunca tem tempo para sentar e brincar.
A mãe perfeita é aquela
que vira criança para os seus filhos agradar.
A mãe perfeita não é aquela
que só sabe exigir que os filhos tenham boa cuca.
A mãe perfeita é aquela
que ensina, apóia, incentiva e educa.
A mãe perfeita não é aquela
que gosta de fazer tudo sozinha.
A mãe perfeita…
é simplesmente a minha!!!
Moniquinha
13/05/01

Cadastre-se para receber e-mail quando houver posts novos!

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Ontem, poucos minutos antes da hora de dormir, a Priscila cismou que queria jogar Wii. Nós...

– Por que vocês quiseram ter filhas?Essa foi a pergunta que eu e Marcelo ouvimos da Lelê, enquanto...

Independente da religião que nossas filhas vão seguir, a gente sempre incentivou elas a rezar, ou...

4 comentários
 
  1. Flavia Pelajo 11 de maio de 2013 at 14:46 Responder

    Adorei!! Quero ser assim tb!!:)

  2. Viviane Japiassú Viana 1 de setembro de 2012 at 13:31 Responder

    Que lindo!

  3. Lúcia Japiassú 31 de agosto de 2012 at 23:48 Responder

    Me emocionei no dia que recebi e me emocionei de novo agora, revendo. Mas você só me enxergava assim porque sempre foi uma filha exemplar, nunca me deu motivos para agir de forma diferente. Tenho certeza que a Amandinha e a Lelê farão textos tão lindos quanto esse prá você também, que é uma mãe maravilhosa. TE AMO! Beijos no coração

  4. José (pai da Mônica) 31 de agosto de 2012 at 23:41 Responder

    Minha filha é uma poeta!

Deixe uma resposta