5 passos para ter mais realizações este ano

Casamento  /   /  Por Mônica Japiassú

Todo início de ano é a mesma coisa: milhões de pessoas se comprometem a melhorar algum (ou alguns) aspecto da sua vida: se planejam para iniciar uma dieta, parar de fumar, tirar um projeto do papel, ser mais presentes na vida dos filhos, arrumar um emprego melhor etc.

Infelizmente, grande parte dessas mesmas pessoas para no meio do caminho – ou bem antes. E por que isso acontece? Simplesmente porque elas vão tentando realizar esses objetivos aleatoriamente, quando lembram, sem criar uma forma sistemática para realmente terminarem o que começaram.

No ano de 2015 nós conseguimos muitas boas realizações, e vamos compartilhar com vocês quais são os 5 passos que sempre seguimos para conseguirmos terminar o que começamos.

  1. Dialogar

    Comece conversando com alguém sobre seus sonhos. Se você é casado(a), converse bastante com seu cônjuge sobre seus desejos, diariamente. Se vocês tiverem filhos, conversem com eles também.

    Se você não for casado(a), converse com familiares ou amigos sobre seus sonhos. São raríssimos os casos em que devemos guardar nossos sonhos só para nós mesmos. Conversar com outras pessoas nos ajuda a verbalizar nossos sentimentos com relação aos nossos sonhos, nos dando a oportunidade de descobrir e aprender coisas que não descobriríamos se não tivéssemos contado para alguém. Além disso, outras pessoas têm experiências de vida que podem nos ajudar a chegar mais rápido ao objetivo que queremos.

  2. Definir objetivos

    O primeiro passo vai te ajudar a descobrir quais são os sonhos que você realmente deve tirar do papel, o que é viável de ser feito (levando em conta o tempo e o dinheiro que você tem) e até a descobrir se você não estava viajando demais em um sonho que não vale a pena. Lembre-se que é melhor desistir de algo que não vale a pena antes de começar do que depois de já ter investido um bom tempo naquilo, para só depois descobrir que não devia nem ter começado.

    Neste passo, escreva uma lista de objetivos que você realmente quer realizar este ano – mas não se esqueça de ser realista. Não adianta nada fazer uma lista com 10 objetivos grandes, se você sabe que vai levar 2 meses pra realizar cada um. Isso só vai gerar frustração no final do ano, quando você constatar que não conseguiu, mais uma vez, realizar tudo que queria.

    Então, faça este passo com muita calma e cuidado. Eleja apenas uma quantidade de objetivos que você sabe que tem grandes chances de realizar.

    Pra finalizar este passo, eleja qual será o primeiro objetivo que você realizará este ano.

  3. Planejar

    Depois de definir qual será o primeiro objetivo que você irá executar, tire um tempo para planejar, ainda que minimamente. Se você não tiver um planejamento, acabará fazendo em menor escala o que faria se não seguisse esses 5 passos: começará a executar tarefas aleatoriamente, sem uma ordem definida, e logo logo desistirá de continuar, ou porque sua vida virou uma bagunça ou porque outras tarefas entraram no lugar sem você nem perceber.

    Então, não resista. Planeje. Se você não estiver acostumado com alguma ferramenta de planejamento, use caneta e papel mesmo.

    Comece escrevendo todas as atividades que você precisará executar pra atingir seu objetivo. Depois, ordene-as em ordem de prioridade. Por fim, escreva na sua agenda as datas em que você executará cada uma – e se comprometa a realmente ter a agenda bloqueada nesses dias.

  4. Executar

    Agora é só colocar a mão na massa! 🙂 Execute cada tarefa que você planejou no passo anterior, no dia marcado. É hora de deixar a preguiça de lado e agir!

    Algumas vezes vai acontecer de você levar mais tempo do que planejou em uma tarefa. Não desanime quando isso ocorrer. Volte ao passo 3 e replaneje todas as tarefas que ainda estão pendentes, aproveitando pra ver se não é necessário aumentar o tempo previsto para outras tarefas.

    Conforme você for evoluindo na execução das suas tarefas, você sentirá a motivação necessária pra continuar, percebendo que agora falta menos do que faltava para atingir seu objetivo!

    Observação importante: não é porque você já está no passo 4 que você não deve mais voltar aos primeiros passos. Deve sim! O diálogo deve estar presente em todos os passos, para você ir medindo se a execução está indo de acordo com o que você e as outras pessoas esperavam, além de continuar enriquecendo seus conhecimentos com a visão dos outros.

    O passo 2 também deve ser revisitado de vez em quando, pois seus objetivos podem mudar no decorrer do ano, e então você terá que atualizar sua lista de objetivos.

  5. Dizer não

    Pra muita gente, este é o passo mais difícil, sabia?

    Você faz todos os outros passos direitinho, está com todas as tarefas marcadas na sua agenda, a execução está a todo vapor! Aí, naquele domingo em que você agendou uma tarefa longa, que vai levar o dia inteiro pra ser feita, amanhece aquele solzão – e com o solzão vêm os convites dos amigos pra você ir à praia. Então, pra não ficar com peso na consciência, você pensa “Ah, eu mereço, tenho trabalhado tanto, tenho conseguido fazer todas as tarefas no tempo certo até agora… Não vai me atrapalhar muito se eu perder uma manhã na praia hoje. Eu mereço!

    Então você passa o dia inteiro com os amigos (porque uma ida à praia nunca é SÓ uma ida à praia), gasta mais dinheiro do que devia, chega cansado em casa, querendo tomar um banho e ir dormir, e na segunda-feira acorda com um baita peso na consciência, sem ânimo pra replanejar as próximas tarefas referentes ao seu objetivo, porque não tem mais nenhum dia livre na sua agenda nos próximos 2 meses.

    Acontece algo parecido com isso na sua vida com alguma frequência? 🙂

    Se acontece, a solução é aprender a dizer não. É claro que ter diversão é necessário na vida de qualquer um. Mas até a diversão precisa ser planejada anteriormente, junto com as tarefas referentes aos seus objetivos de vida.

    Sempre haverá alguém te convidando pra ter algum tipo de lazer. Sempre haverá alguém pedindo pra você ajudá-lo com alguma coisa. Sempre haverá imprevistos, como doenças ou tarefas que viraram urgentes de uma hora pra outra.

    E se você não aprender que precisa dizer não para alguns convites ou pedidos, você nunca vai sair do lugar.

    Dizer não não significa deixar de ser amigo de alguém. Basta você explicar que já tinha outros compromissos marcados (amigos de verdade compreenderão o seu lado) – e bloquear alguns dias da sua agenda para o lazer também. 🙂

Se você seguir esses 5 passos repetidamente, para qualquer objetivo que quiser atingir, eles entrarão naturalmente na sua forma de agir, em qualquer aspecto da sua vida – e você conseguirá realizar muito mais coisas, tendo o prazer de finalizar o ano com uma lista enorme de motivos pra comemorar! 🙂

P.S.: Perceba que o título 5 passos para ter mais realizações este ano não contém o ano “2016”, porque esses passos vão fazer você realizar mais em qualquer ano! Ou melhor, em qualquer mês, em qualquer dia! Então, comece agora mesmo!

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Num relacionamento amoroso, muitas vezes, é necessário CEDER PARA VENCER.O trecho da imagem foi...

O trecho da imagem foi tirado do Princípio 3 – Estar voltado um para o outro do livro citado.Esse...

Quais são as características que você mais ADMIRA no seu amor?O trecho da imagem foi tirado do...

2 comentários
 
  1. Edvania Amilcar Raquel Alves 7 de janeiro de 2016 at 17:05 Responder

    Muito obrigada pelas dicas, preciso com urgência estabelecer minha metas principalmente em relação a saúde e vou começar agora mesmo

    • Mônica Japiassú 12 de janeiro de 2016 at 19:10 Responder

      Olá, Edvania! Ficamos felizes por ter gostado das dicas e esperamos que você já tenha evoluído no planejamento de suas metas! 🙂

Deixe uma resposta