Por que eu TENHO que ter preferência?

Nós babando e elas crescendo  /   /  Por Mônica Japiassú

Por que eu TENHO que ter preferência?

Já aconteceu umas 2 ou 3 vezes de me perguntarem se eu prefiro que nosso anjinho seja menino ou menina, eu responder que tanto faz, e falarem que isso não é possível, que eu tenho que ter uma preferência.

Mas por que tenho que ter uma preferência?

Vou contar uma coisa pra vocês: há alguns anos, eu dizia que preferia ter um menino primeiro. Mas depois de participar do crescimento do meu sobrinho e de ouvir muitas vezes minha mãe o Celinho dizendo que gostariam que a menina viesse primeiro, acabei concordando e mudando a minha opinião.

Porém, assim que eu fiquei grávida… PUF! Cadê a preferência? Sumiu mesmo!

Gente, a sensação de saber que há uma vida dentro de nós, que é metade minha e metade do Celinho, é indescritível! A única coisa em que consigo pensar é cuidar de mim, da minha alimentação e da minha saúde pra que nosso anjinho tenha uma saúde de ferro e não aconteça nada de ruim pra ele(a). Não importa mesmo quem virá primeiro, Amanda ou Vinicius, pois amor de mãe é incondicional!

Uma vez eu li (não lembro onde) que uma mulher só consegue medir o quanto sua mãe lhe ama realmente no momento em que também passa a ser mãe. Isso me tocou bastante e já estou vendo que isso é verdade, e sei que sentirei isso muito mais depois que nosso anjinho nascer e estiver em nossos braços! :~)

Cadastre-se para receber e-mail quando houver posts novos!

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Blog renovado! Clique aqui para ir para nosso novo blog! Cadastre-se para...

Blogagem coletiva >> Relato de parto O relato de hoje não é do parto da Amanda (que pode ser visto...

Disney World >> Visto americano – Parte 2 Continuando os posts desta série, hoje farei um resumo do...

12 comentários
 
  1. Adria (madrinha junto com o Leo) 19 de julho de 2004 at 22:08 Responder

    Mônica, querida, vc está certissíma!!! Não importa de que sexo seja, não importa nada, vc vai ama-lo(a) da mesma forma… (e eu tb) Se bem que eu ainda continuo com o meu palpite de que é menina… rs
    Apesar de eu não ter nenhuma preferência tb! 😉
    bjos 🙂

  2. Vivi Japiassú 17 de julho de 2004 at 23:51 Responder

    imagino! Só de pensar em ter um filho já o amo mesmo sem tê-lo em mim. Ser mão é realmente algo que não dá pra explicar. Só pra sentir.

  3. Cynthia 17 de julho de 2004 at 01:27 Responder

    Mônica, é muita linda a maneira carinhosa que vc descreve sobre sua família. Já te admiro te conhecendo tão”pouco”, e por isso já peço a Deus que aprimore ainda mais o amor de vcs. É assim, simpatia gratuita 🙂 BEIJOSSS

  4. Paty madrinha preferida 17 de julho de 2004 at 00:57 Responder

    Qdo é q vc vai anunciar quem são os padrinhos??? A gente devia ter tirado foto… eu e o Alexandre com vcs 3!! e pôr aki…. =/

  5. Paty madrinha preferida 17 de julho de 2004 at 00:56 Responder

    Apesar de ter sonhado com menino, achar q será Vinicius… Cara, quem vier vai ser super legal… afinal
    EU SOU MADRINHA DO ANJINHO!!!!!!!!!

  6. Ana Paula 16 de julho de 2004 at 15:47 Responder


    Super obrigada pela visita no meu blog.
    Aproveite o fim de semana com o maridão e seu anjinho/a querido/a.
    Beijão!

    Ana Paula

  7. Renata 16 de julho de 2004 at 14:22 Responder

    O importante é vir com saúde. Eu tbm não tinha preferência, mas desde o início achei que estava grávida de um menino. Fui a única a acertar o palpite…rs
    Como amo o nome Vinícius (não sei por que…rs), torço para um carioquinha…rs
    Beijos
    Rê e Vinícius (32 semanas)

  8. Ana Paula e Laura 16 de julho de 2004 at 13:55 Responder

    Caramba, Monica!! Casada e grávida! Que máximo!!! Eu tive a minha pimpolha Laura em abril, passa lá pra ver a gente! VOu linkar vocês lá. Sabe que eu tb não tinha preferência? Mas no fundo sentia que era uma menina, não deu outra. Tá trabalhando onde?

  9. Dany e Isadora 16 de julho de 2004 at 13:09 Responder

    Mô tb sempre me perguntavam isso , mas eu sempre respondia que tanto faz, vindo com saúde é o que importava, eu achava que era menino, mas não por preferência, eu só achava, acho que é porque a maioria das mulheres querem menina , eu ficava com dó dos meninos e achava que vinha homem, mas venho menina!!A Isadora está sendo muito festejada, minha mãe está bobinha com a primeira neta (não tem mais nenhum, nem neto), eu tb fiquei passada, uma princesinha , é muito bom saber o sexo, pra poder chamar pelo nome, iamginar ela crescendo, fazendo balê!!è demais!!Mil beijos Dany e Isadora – 16sem e 4 dias

  10. Lúcia Japiassú 16 de julho de 2004 at 13:03 Responder

    É isso mesmo, filhota. Filho a gente ama por ser um pedacinho da gente, não importando o sexo.
    E, realmente, agora, através do anjinho você vai saber mais diretamente o quanto amo você, seu irmão e o Pedro, que é um pedacinho do seu irmão.
    Bom, só posso acrescentar que sou a mãe-avó mais feliz do mundo! 🙂

  11. Lú Brito 16 de julho de 2004 at 12:43 Responder

    Monica,
    Eu sempre digo que quero ter o 1º filho menino.. mas só tenho nome se for menina. Coisa de louco..
    Mas imagino que o amor deve ser tao grande que só deseja que tenha muita saude!
    Beijus e bom fds!

  12. Kelly 16 de julho de 2004 at 10:56 Responder

    Eu ainda não tenho filhos e sempre me imagino mãe me vem a mente um menino primeiro, mas acredito que quando se fica grávida realmente não se tem preferência quanto ao sexo. Mas acho que um palpite toda grávida tem! A minha irmã sempre quis uma menina, mas assim que ficou grávida disse logo pra todo mundo que tinha certeza que era menino. E hoje o Rafinha é o rei do pedaço. Bjs

Deixe uma resposta