Blogagem coletiva >> Relato de parto

Nós babando e elas crescendo  /   /  Por Mônica Japiassú

Blogagem coletiva >> Relato de parto


O relato de hoje não é do parto da Amanda (que pode ser visto aqui) nem da Letícia (aqui), mas sim do parto do nosso blog, e faz parte da blogagem coletiva proposta pelo site Mamatraca (por sinal, superinteressante!).

Achei uma ótima época para essa ideia, já que depois de amanhã nosso blog completa NOVE ANOS! E nada melhor do que essa data para relembrar como tudo começou!

 

  • A gestação

 

 

 

Podemos dizer que nosso blog passou por uma gestação antes de nascer, como um filho mesmo. A sementinha foi plantada em 2002, quando os blogs pessoais começaram a aparecer.

Naquela época, eu e Celinho (ainda namorados) ficamos surpresos com o sucesso repentino daqueles “diários virtuais”. Pensávamos: -Caramba, se tivéssemos a ideia de criar um sistema desse tipo, não levaríamos adiante, imaginando que ninguém iria querer escrever sua vida num diário virtual público.

Ledo engano! A curiosidade pela vida alheia mostrou-se alta, e a quantidade de blogs – em sua maioria sendo utilizados como dários pessoais mesmo – foi aumentando.

Com o tempo, fomos contagiados pela “curiosidade pela vida alheia” e começamos a ler um blog aqui, outro ali, perdendo, aos poucos, a aversão a essa ideia.

Em novembro de 2002, ficamos noivos, com a meta de nos casarmos em 2003. Em janeiro de 2003, começamos com os preparativos para o nosso casamento e, lendo alguns blogs que começavam a aparecer sobre esse assunto, decidimos que, finalmente, iríamos aderir à ideia de publicar nossa vida na Internet.

Afinal, um blog feito para contar todo o processo de preparativos para o casório poderia ajudar outras pessoas na mesma situação e, além disso, seria útil irmos registrando tudo que estava acontecendo, como forma de organização e posterior lembrança.

 

  • O parto

 

 

 

E foi então que nosso blog nasceu, em 10/02/2003!

Escolhemos o Weblogger, que era mantido pelo Terra. Como, alguns meses depois, resolvemos desenvolver nosso próprio sistema de blog e o Weblogger acabou sendo extinto, salvamos todas as páginas dessa fase do nosso blog no formato MHT, que é uma página HTML completa, com todas as imagens incorporadas (só perdemos os comentários daquela época, infelizmente).

 

  • O objetivo

 

 

 

Bem, a proposta do Mamatraca foi contar sobre partos de blogs sobre maternidade. Como escrevi, o objetivo inicial do nosso blog não era esse, afinal, nem casados éramos ainda, que dirá mamãe e papai. Mas, depois que fiquei grávida da Amanda, o assunto do blog passou a ser só ela, naturalmente. Até o layout do blog mudou e tudo ficou mais cor de rosa (para desespero do meu querido maridinho! Heheheheh!).

 

  • O aprendizado

 

 

 

De 2003 pra cá, conhecemos muita gente legal pelo blog e até passamos pela sensação de sermos famosos às vezes, quando recebíamos comentários de pessoas dizendo que nos reconheceram na rua, mas ficaram com vergonha de falar conosco (exceto a Cláudia, que gritou “Mônica! Marcelo! Eu leio o blog de vocês há anos!” em pleno engarrafamento, na ida para o trabalho! Heheheheh!).

Trocamos experiências com muitas mamães e papais, conhecemos outros blogs que passamos a frequentar, ajudamos várias mamães com experiências nossas que publicamos (e até hoje recebemos e-mails pedindo ajuda, como no caso do probleminha que levou a Amanda a usar gesso).

Sempre aprendemos muito com os comentários de nossos leitores, que adoramos! (podem continuar comentando, hein!) 🙂

 

  • Conclusão

 

 

 

Já passou pela nossa cabeça a possibilidade de tentar ganhar dinheiro com o blog, depois que passamos a estudar sobre o mundo do empreendedorismo digital, mas chegamos à conclusão de que não é com nosso blog familiar que conseguiremos isso, pois, acima de tudo, o vemos como um registro riquíssimo de nossa vida e dos valores de nossa família. Escrevemos muitos posts pensando em nossas filhas lerem a história da Família Quadrada no futuro, rindo das gracinhas que fizeram quando crianças, relembrando suas artes, tendo orgulho de fazer parte de nosso clã!

Quem sabe um dia não serão elas que estarão aqui, escrevendo posts contando sobre o trabalho que os pais velhinhos delas estão dando, né? 😀

Cadastre-se para receber e-mail quando houver posts novos!

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Blog renovado! Clique aqui para ir para nosso novo blog! Cadastre-se para...

Disney World >> Visto americano – Parte 2 Continuando os posts desta série, hoje farei um resumo do...

Material escolar Ontem fui fazer aquela árdua tarefa de todo início de ano: comprar o material...

16 comentários
 
  1. selene 9 de fevereiro de 2012 at 19:03 Responder

    NOSSA MÔNICA E CELINHO TORÇO MUITO POR VCS E ACOMPANHO ESSE BLOG DESDE 2004. CADA VITÓRIA DE VCS É UMA ALEGRIA PRA NÓS. VCS REALMENTE SÃO A PARTE BOA DA INTERNET COMO TANTAS OUTRAS BLOGUEIRAS.

    AMANDA E LETÍCIA VÃO CONTINUAR ESSE LIVRO VIRTUAL TENHO CERTEZA. AÍ JA VAI SER O PRIMEIRO VESTIBULAR, A FORMAÇÃO, O CASAMENTO DELAS, A MATERNIDADE DELAS E A VIDAS DAS FILHAS DELAS CONTINUADAS. QUE MARAVILHA.
    PRA VC TER UMA ÍDEIA QDO VC COLOCOU NO BLOG QUE SUA SOGRA IA SER ENTREVISTADA NO SEM CENSURA SOBRE O BUQUÊ DE SANTO ANTÔNIO EU FIQUEI ESPERANDO ATE A HORA DA ENTREVISTA.
    ACREDITO MUITO NAS COISAS BOAS QUE VCS PUBLICAM E JA APRENDI MUITO COM VCS.

    BJS
    SELENE

    E AGORA QUAL É O SEGREDO DAQUELA PERGUNTA VCS AINDA NÃO DIVULGARAM.

  2. Anne 9 de fevereiro de 2012 at 11:28 Responder

    Monica, que historia!!! ADOREI! admiro tanto homens blogando coisas da vida pessoal, são tão raros e tão, tão legais! ainda mais dos filhos, acho muito bacana. que sortura vc é por ter a familia todinha no blog rsrs!
    então, eu desenvolvo sim blogs em wordpress, mas não sei no caso de vcs, parece que usam outra plataforma né? não sei se dá para exportar as postagens. Mas me escreva!
    beijo!!

  3. Ilana 8 de fevereiro de 2012 at 22:08 Responder

    Olá Monica!
    Que bacana! Um blog com tanto tempo, que já coube tanta coisa, muito legal mesmo!
    Obrigada pela visitinha…
    Bjos

  4. Celi 8 de fevereiro de 2012 at 17:32 Responder

    Adorei o relato de parto do seu blog. Nossa… quanto tempo!? Será que chego lá… Parabéns pela dedicação e relatos.
    Adorei sua visita.
    Vamos trocando “figurinhas”. Beijos

  5. Mirian Vieira 8 de fevereiro de 2012 at 15:53 Responder

    Amei o blog! Obrigada pela visita …

    A frase no topo do blog é a melhor, não há sucesso algum que compense o fracasso no lar! Ameii ..

    bj bj

  6. Mônica Japiassú 8 de fevereiro de 2012 at 15:17 Responder

    Hahahahah! É mesmo, Didi, já temos um menino! Pronto, vou mudar o nome do blog para “Vinícius”! 😉

  7. Edwiges 8 de fevereiro de 2012 at 15:00 Responder

    Mo querida!!
    Que bom saber com tudo começou até porque eu já quis ter te perguntado isso e sempre esqueço. Lembro bem de alguns momentos importantes que li aqui no seu blog que hj é o que eu mais leio e estou atrasada nas minhas leituras. Inclusive vou ler tudo sobre a sua viagem a Disney e vai me ajudar a esclarecer muito em como fazer para viajar com a tropa toda.
    Deus abençoe muito e saiba que sempre poderá contar com essa amiga aqui. Fiquei muito feliz em ver como o blog de vcs tem quase 1 década!!! Tb comecei no weblloger e perdi o primeiro blog…
    Ah, tenho certeza que a Amandinha e a Letícia irão dar continuidade pq não tem como ser diferente, elas estão crescendo junto com o blog que é ainda mais velho do que as duas, hehe, é o irmão mais velho!! Viu, vcs dois tem um meninO!!!!!!
    Mil beijos,
    Didi

  8. Samira Braga 8 de fevereiro de 2012 at 13:55 Responder

    Lindos seus relatos Mônica!!!
    No fundo todas temos os mesmos medos angústias e experiências parecidas… só mudam os bebês…
    Beijos
    Samy

  9. Daniela 8 de fevereiro de 2012 at 13:25 Responder

    oi Mônica, adorei o seu relato e o seu blog!

    Voltarei mais vezes para ler tudo – e olha que é bastante coisa para tantos anos, hein!!!

    Beijos grandes!

  10. Chris Ferreira 8 de fevereiro de 2012 at 13:04 Responder

    Oi Monica, adorei o seu relato.
    É engraçada a sensação de ser reconhecida na rua por causa do blog, né? Eu fico super sem graça, meio sem saber o que falar. kkkk Principalmente por jamais imaginar que o blog teria esse tipo de alcance.
    A troca aqui é muito rica e é sempre bom conhecer e compartilhar com mais amigos.
    Beijos
    Chris

  11. Isis Coelho 8 de fevereiro de 2012 at 12:19 Responder

    Mônica, adorei sua história! Realmente, o bom da blogagem é que podemos conhecer novos blogs, novas histórias e, principalmente, conseguir ver que a gente tem companhia nesse mundo louco da maternidade!

    Passarei por aqui sempre!=)

    beijos

    Isis e Amelie

  12. Ana Claudia 8 de fevereiro de 2012 at 11:56 Responder

    Legal demais conhecer as vizinhas um pouco mais…gostei muito

    Bj

  13. fernanda 8 de fevereiro de 2012 at 11:56 Responder

    Mõnica!em primeiro lugar obrigada pelo comentário. Ser mãe blogueira é uma profissão que me orgulha!! Pela opção de registra momentos e imaginar que minha filha possa ler tudo isso qd crescer….e pela ajuda às outras mães..mesmo que seja só pra ajudar na gargalhada!!!
    O desenho é da Lú Azevedo..la le li lo lu illustration……beijos pra você querida!!

  14. Sheila 8 de fevereiro de 2012 at 10:42 Responder

    Adorei o ultimo paragrafo, as fotos, a frase “Nenhum sucesso no mundo compensa o fracasso no lar!”!!!! Faz todo o sentido. Adorei!

    Beijooo

  15. Viviane Japiassú Viana 8 de fevereiro de 2012 at 10:23 Responder

    Como sabem eu sou umas das que acompanha o blog há 9 anos. rs Adoro passar por aqui e ver o amor que essa família emana. Adoro os relatos e sonho um dia ter uma família feliz assim também.
    Parabéns!! 🙂

  16. Aline Silva Dexheimer 8 de fevereiro de 2012 at 10:08 Responder

    Olá!
    Gostei da tua história e do blog tb!
    Adoro o que a Internet nos proporciona quando usada para o bem e de forma positiva!
    Minha participação está aqui se quiser ler:

Deixe uma resposta