Finalmente, a hora do parto!

Nós babando e elas crescendo  /   /  Por Mônica Japiassú

Recapitulando, a médica estourou minha bolsa quando eu estava com uns 8cm de dilatação. Quando cheguei aos 9cm, ela achou que era seguro colocar a ocitocina no soro, e logo cheguei aos tão sonhados 10cm de dilatação, finalmente!

Parecia que aquele momento nunca ia chegar, afinal dizem que a partir da segunda gestação o trabalho de parto é mais rápido, e o meu estava demorando horas e horas! Mas chegou, e foi ótimo ouvir a dra. falando “Dilatação total!”.

Ela me perguntou se eu queria ir para a sala de parto ou ter a Letícia ali mesmo, na sala de pré-parto. Como eu havia começado a sentir as dores das contrações novamente, pensei em ficar ali mesmo, pra não ter que me deslocar, mas perguntei a ela qual era a diferença, e ela respondeu que a outra sala era melhor. Então, optei por ir para a sala de parto.

Chegando lá, antes de sair da maca para a cama, veio uma contração junto com uma dor bem forte. Eu disse que estava difícil de fazer força sentindo dor, e então recebi uma terceira dose de anestesia.

A dra. me deu as instruções pra fazer uma força bem forte quando viesse a próxima contração, e assim eu fiz, mas não foi suficiente para a Letícia sair. Na segunda vez, a dra. chegou a chamar o Celinho pra ver a cabecinha da Letícia aparecendo, mas ela ainda não havia saído.



Entre uma contração e outra, eu ainda conseguia sorrir. 🙂
Ouvi alguém da equipe dizer “Na próxima ela vem!”, e o anestesista me deu o maior apoio, dizendo que eu estava fazendo uma força maravilhosa, pra eu continuar daquele jeito, que faltava pouco!

Mas APOIO mesmo, quem me deu foi o Celinho! Não saiu do meu ladinho em momento algum durante o dia, sempre perguntando se eu precisava de alguma coisa, conversando comigo, falando várias vezes que confiava em mim e sabia que eu ia conseguir! Ficou de mão dada comigo enquanto eu fazia força, o que foi essencial para mim. Sentir seu calor naquele momento foi importantíssimo para eu conseguir, meu amor!



O apoio essencial do Celinho
E quando fiz força pela terceira vez, caprichei e senti uma sensação maravilhosa de alívio quando senti minha filhinha passando e dando o ar da graça àquela sala, com seu chorinho lindo e seu rostinho majestoso! A Letícia nasceu às 19h33, depois de 16 horas de trabalho de parto!

Foi uma emoção indescritível ver aquela Pituxinha tão pequetitinha cheia de sangue, com aquele chorinho ainda baixinho, e a fisionomia idêntica à da irmã!

Fiquei admirando minha nova jóia e falei “Seja bem vinda, Letícia! Você é linda!”.



Admirando nossa menininha assim que ela nasceu
Enquanto o pediatra a examinava e eu a admirava, a dra. falou pro Marcelo telefonar pra minha mãe pra dar a boa notícia (até nisso a minha médica pensou na hora!). E assim ele fez, pra aliviar a ansiedade da Amandinha, que já estava aguardando na maternidade havia mais de 2 horas (e ficou quietinha esse tempo todo!).

O apgar da Letícia foi 10/10. Minha filhinha já nasceu fazendo sucesso! 🙂



Emoção e realização!
Depois que o pediatra fez tudo que precisava, a Letícia veio pro meu colo, e a emoção foi maior ainda! Como foi gostoso sentir aquela pele quentinha e delicada em contato comigo! Como foi bom passar a mão em seu rosto e acariciar seu cabelo! Como foi bom sentir aquele amor incondicional que só uma mãe consegue sentir! Quanta alegria!



O primeiro contato

O primeiro beijo

Enquanto eu e Celinho curtíamos aqueles primeiros momentos inesquecíveis com nossa nova Biguiluxinha, a dra. costurava os pontos da episiotomia, que ela já havia me avisado que costuma fazer, e a fotógrafa que contratamos (da própria maternidade) registrava aqueles momentos lindos!

Passado um tempinho, o Celinho levou a Letícia em seu colo para o berçário, acompanhado do pediatra e da fotógrafa. E lá estavam a Amandinha e a vovó Lulu, aguardando pra ver a mais nova princesinha da família!



Papai babão

O primeiro olhar – de irmã pra irmã

Contratar uma fotógrafa profissional foi uma decisão muito acertada que tomamos! O Celinho teve a oportunidade de participar mais ativamente de tudo, sem precisar se preocupar com fotos, e eu pude ver fotos impagáveis da Amandinha feliz e emocionada vendo a Letícia pela primeira vez!

Outro ponto muito positivo foi a minha médica. Eu já gostava dela antes de engravidar, passei a gostar mais durante meu pré-natal (sempre muito atenciosa e disponível), e depois do parto, passei a admirá-la ainda mais, por todo apoio que me deu, ficando à minha disposição praticamente um sábado inteiro, sempre explicando tudinho que estava acontecendo e fazendo tudo pra que eu pudesse ter um parto normal tranquilo.

E foi assim que o dia 11/04/2009 entrou para o rol de um dos dias mais felizes da minha vida!!!

No próximo post: os momentos pós-parto.

Cadastre-se para receber e-mail quando houver posts novos!

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Blog renovado! Clique aqui para ir para nosso novo blog! Cadastre-se para...

Blogagem coletiva >> Relato de parto O relato de hoje não é do parto da Amanda (que pode ser visto...

Disney World >> Visto americano – Parte 2 Continuando os posts desta série, hoje farei um resumo do...

13 comentários
 
  1. Pingback: Relato dos partos da Amanda e da Letícia (cesárea e parto normal) | Família Quadrada

  2. Andréa e Andressa ( 03 anos 10 meses) 30 de abril de 2009 at 22:43 Responder

    fiquei muito emocionada lendo este post!
    Parabéns família linda, que Deus abençõe vcs abundantemente.
    bjks

  3. Tia dinda Paty 29 de abril de 2009 at 18:53 Responder

    Esse post foi o mais bonito e mais legal d tds esses anos d blog! Sensacional… mas o q é apgar???

  4. Leozinho 29 de abril de 2009 at 13:30 Responder

    Nossa, confesso que toda a sua descrição e mais as fotos são algo emocionante, um sopro de alegria para qualquer pessoa (mesmo as que não são da família ou acompanharam tão de perto a história), é uma bênção de Deus. Realmente a opção de contratar uma fotógrafa foi uma decisão mto mais do q acertada. Cada foto, cada momento impagável e indescritível. PARABÉNS A TODOS VOCÊS!!!

  5. Roberta e Rafael 29 de abril de 2009 at 11:59 Responder

    Ai que lindo…Já estou chorando! Iamgina quando for a minha vez, já me dpa um nó na garganta.
    Parabéns!

  6. Dany Burigato e Isadora 29 de abril de 2009 at 09:18 Responder

    Ai amiga,adorei todo relato,me emocionei! as fotos valeram cada centavo, ficaram ótimas, pegaram os detalhes! e vc guerreira, com sorriso no rosto depois de 16 horas de trabalho de parto! arrasou!
    tudo de bom!!! beijos

  7. Déia e Rafa 29 de abril de 2009 at 08:56 Responder

    Mô e Marcelo, parabéns pela Letícia e parabéns pela família libda de vocês!
    Que o Papai do Céu os abençoe sempre com muita saúde, amor, união e felicidade!
    Adorei os posts, ficava curiosa esperando o próximo, assim como estou esperando os comentários do pos parto.
    Beijo!

  8. Cynthia 28 de abril de 2009 at 22:58 Responder

    To emocionada com o relato!!! Parabéns!!! Que papai do céu continue abençoando a família de vcs! Beijo grande!

  9. Adria 28 de abril de 2009 at 22:36 Responder

    Parabéns, Mônica! To impressionada com sua coragem e sua força!!!

    As fotos ficaram lindas! Ótima idéia de contratar um fotógrafo!

    Vc e Carlos sempre com idéias inovadoras pra inspirar os leitores! 😉

    Bjos e parabéns novamente.

  10. Lúcia Japiassú 28 de abril de 2009 at 21:14 Responder

    Vocês estão de parabéns pela tranquilidade que conseguiram ter em todos os momentos e estão tendo até hoje!
    Estão de parabéns por procurarem ver a melhor maneira de agir com as menininhas, sempre procurando informações em livros e com os profissionais adequados.
    O fato de você ter tido a coragem de ter o parto normal foi motivo de muito orgulho prá mim!. E a beneficiada foi você! Você é uma vencedora!
    E o Marcelo é um marido como poucos. Participativo, companheiro de todas as horas, bom pai, bom filho, enfim…vocês se completam.
    Beijos no coração de cada um.

  11. Cris 28 de abril de 2009 at 19:07 Responder

    Lindo!!! Parabéns para todos vocês!

  12. Marcio Tchumburey 28 de abril de 2009 at 18:34 Responder

    O segundo filho é possível você corrigir os erros cometidos na primeira vez!!
    Parabéns!!!
    O pré-natal é tão importante quanto a gestação e o nascimento, vocês foram perfeitos em preparar-se para todas as etapas do processo, fato não respeitado pela maioria dos casais em nosso país. Aliás, a preparação começa na programação de quando você deve ter um filho e se você pode ($$$$) tê-lo.
    Marcio

  13. Rosana Bianchi 28 de abril de 2009 at 17:53 Responder

    monica L I N D O D E M A I S!!!
    vc consegue escrever tudinho, vc esta de parabens. ser mãe é tudo q/vc escreve e muito ++++. faço minha suas palavras. até chorei é muita emoção!!!! bjs

Deixe uma resposta