E as cortinas de 2011 se fecham

Nós babando e elas crescendo  /   /  Por Carlos Marcelo Bianchi

E as cortinas de 2011 se fecham

Mais um final de ano chegou e vem também nossa tradicional reflexão sobre o ano que passou. Resolvemos compartilhar com vocês nossos aprendizados de 2011: o ano em que se encerrou a era de concursos e iniciou a era da construção de novos objetivos, novos caminhos.

São lições que colocamos em prática neste ano e pretendemos intensificar no ano que vem.

1) Trabalhando sozinhos, em ramos diferentes, cada um rende mais do que se fizéssemos a quatro mãos. Assim, a Mônica está se dedicando a revisão de textos e eu a investimentos. Aliás, quem ainda não está seguindo a gente?

2) Não esperar o tempo brotar para iniciar e realizar o que desejamos. O mais difícil é escolher o que se quer fazer, com tantas ideias que nos surgem! Fora as demandas e opções… Gestão do tempo nada mais é que priorizar e focar nas suas escolhas.

3) Ao focarmos em nossos objetivos, nos colocamos em contato, com forte interação com outras pessoas focadas nos mesmos objetivos. A riqueza da troca de informação e a oportunidade em ajudar e comentar em grupos de discussão, fóruns e cursos abriram nosso horizonte. Há muita informação para ser consumida, mas também demanda por informação a ser gerada.

4) Já lemos isso em vários lugares e só constatamos o que nós fomos construindo em nossa jornada: somente se esforçando mais que os outros você terá mais que os outros têm. Parece algo relacionado a ganância e ambição… E é, mas para atingir nossos objetivos. Nossas conquistas e vitórias até o momento ilustram que estamos colocando isso em prática de forma positiva, em prol do futuro da família e não de uma realização egoísta.

5) Organizamo-nos para nos aproximar (e reaproximar) mais de amigos que fazem diferença e nos influenciam positivamente. Cultivamos amizades construtivas. Infelizmente, nesse quesito, não é possível sermos tão abrangentes, mas vamos persistir nessa lição.

6) Descobrimos nosso limite. Apesar de fazermos o além – como disse no item 4 – chegamos a um máximo de produtividade. Solução? Aprender a delegar. De forma ainda muito incipiente, estamos tirando a mão de coisas que até gostamos de fazer, porém nos impedem de avançar com outras. Alguém quer fazer o layout novo do nosso blog em WordPress? Aliás, alguém nos dá uma aula de WordPress?

7) Você até pode melhorar, mas sem medida ou referência, a melhoria não aparece, é algo empírico. O maior prazer da realização está em provar para você mesmo que você mudou, evoluiu, caminhou.

8) Trabalho é infinito: quanto mais se trabalha, mais se tem trabalho. “Trabalhar é como perseguir o vento.” Ouvimos essa frase pela primeira vez com o Max Gehringer e concordamos com ela não por querermos trabalhar menos, mas por sinalizar que trabalho deve ter um intervalo de tempo bem definido e devemos segui-lo à risca. Desse modo, temos espaço para cuidar de nós mesmos e realizar nossos sonhos; em outras palavras, gastar bem o tão suado dinheiro fruto do esforço durante o trabalho. 🙂

Fora essas lições, foi maravilhoso ver a evolução da Letícia e da Amanda. Foi fabuloso conhecer mais da personalidade de cada uma que, embora sejam bem diferentes, já têm bem consolidados os princípios que valorizamos.

No mais, FELIZ NATAL PARA TODOS!

Cadastre-se para receber e-mail quando houver posts novos!

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Blog renovado! Clique aqui para ir para nosso novo blog! Cadastre-se para...

Blogagem coletiva >> Relato de parto O relato de hoje não é do parto da Amanda (que pode ser visto...

Disney World >> Visto americano – Parte 2 Continuando os posts desta série, hoje farei um resumo do...

6 comentários
 
  1. Alexandre Japiassú 27 de dezembro de 2011 at 09:58 Responder

    Parabéns pela clareza nas idéias, na construção e determinação de seus objetivos!
    Compartilhamos de muitas idéias e princípios comuns e acho muito legal a maneira que absorvem e colocam em prática cada aprendizado.
    Só sucesso esperando vocês!
    Bjs

  2. Viviane Japiassú Viana 26 de dezembro de 2011 at 11:55 Responder

    Adorei a lista. Também tenho tentado melhorar a cada ano. Adorei a frase “somente se esforçando mais que os outros você terá mais que os outros têm”. As pessoas dizem que faço muitas coisas e não sabem como eu aguento. As vezes o cansaço é mesmo extremo, mas estou buscando meus objetivos, pois sei que quando vierem os filhos eles serão prioridade e não terei o mesmo pique.
    Amei a presença de vocês na minha casa no natal.
    Desejo tudo de bom para vocês sempre!

  3. Tia dinda Paty 24 de dezembro de 2011 at 15:10 Responder

    eeeeeeeeeeee!!!
    Feliz Natal!!!!! 🙂

  4. José (pai da Mônica) 24 de dezembro de 2011 at 09:14 Responder

    Marcelo, quando é que você vai começar a dar palestras?

  5. Leozinho 24 de dezembro de 2011 at 00:03 Responder

    FELIZ NATAL!!!

  6. Tia Elza 23 de dezembro de 2011 at 15:39 Responder

    FELIZ NATAL! MUITA SAÚDE & PAZ!
    Bjs

Deixe uma resposta