Disney World >> As comidas

Disney, Fotos, Viagens  /   /  Por Carlos Marcelo Bianchi

Comer bem lá não é fácil. Melhor dizendo, não é que se coma mal, mas é que foram raras as vezes em que saímos satisfeitos de uma refeição.

Concluímos que, em restaurantes, encontra-se comida boa e farta. Achei interessante o esquema: ao chegar, você já escolhe entrada, prato principal e sobremesa. Assim, você praticamente não espera pela comida. Mas não tem arroz e feijão.

Jantar no Castelo da Cinderela foi muito legal! As princesas andam por todas as mesas, tirando fotos e dando autógrafos. Realmente é um encanto e vale a pena para quem tem crianças pequenas que acreditam ainda na fantasia. Para a Letícia, aquilo tudo era real e seus olhos brilhavam. Amanda também curtiu, mas não com a mesma cabeça.

Nos parques, há dezenas de lanchonetes e “barraquinhas” com cachorro-quente, pipoca, hambúrguer, biscoito, sorvete etc. Tudo MUITO caro. No primeiro dia, escorregamos e nós 5 gastamos muito. Ficamos atentos nos dias seguintes.

É muito comum encontrar lá a coxa de peru para comer. Vendo os outros comendo, deu pra notar que a carne não parece ser muito bem assada, então nem experimentamos.

Os picolés são muito caros, mas o de morango é 3 vezes maior do que um picolé comum no Brasil. Vale a pena, eventualmente.

O mais complicado era no hotel. No restaurante tinha muitas opções, mas a maioria não nos agradava. Para o café da manhã tava ótimo, tinha uma variedade boa, mas almoçar e jantar “lanche”, pagando caro e com pouco sabor, não valia a pena.

Tem disponível frutas e legumes, mas você consegue se ver comprando uma (sim uma única) banana por 2 reais??? Eu compro uma DÚZIA (ou quase) na feira por 2 reais.

Os hotéis da Disney têm o esquema de comprar uma caneca especial (chamada de MUG) por 15 dólares e abastecer quantas vezes quiser, durante todo o tempo. Isso valeu a pena, é bom. Mas, as opções eram Coca-cola, sprite (horrível, com sabor diferente daqui) e fanta (corante puro). Tinha uma bebida azul não identificada que ninguém teve coragem de experimentar. No hotel não tem bebedouro, mas nos parques tem. Resultado: em apenas 15 dias, bebi mais coca-cola do que em 30 anos de vida.

Aliás, parece que pizza lá NÃO EXISTE!!! É uma massa de pão redonda com 3 peperoni e umas pequenas pitadas de queijo.

Quando voltamos, imediatamente fomos ao PF mais próximo e comemos aquele arroz com feijão caseiros e, à noite, comemos lanche de verdade: crepe e, no dia seguinte, pizza! 🙂

Dica 1: Se você tem filhas na faixa etária de 1 a 3 anos, até 4 anos, vale a pena ir ao Jantar da Cinderela. Eles fazem de tudo para que o encantamento funcione de fato, nos mínimos detalhes.

Dica 2: Não perca tempo nos restaurantes. Selecione um ou outro por conta de ocasião especial, promoção e só. Fomos em 3 além da Cinderela e, em cada um deles, não saímos antes de 2 horas. Isso fez com que aproveitássemos menos os parques, que era nosso foco.

Dica 3: Faça e leve sanduíches. Nossa dificuldade era o tempo de preparação, contudo, já aliviava nas despesas e no tempo nos parques.

Dica 4: RELAXE quanto às crianças comerem. A Letícia é boa de boca, mas lá só queria saber de beber Nescau (levamos daqui e alternamos com Quick de chocolate pronto que compramos no Walmart). É uma questão de escolha: ou você aproveita a viagem ou ficará o tempo todo preocupado e estressado porque a criança não come. Chegou uma hora em que a Letícia ficou realmente com fome e comeu tudo que tinha pela frente.

Para a próxima vez: ir a menos restaurantes e tentar dividir o prato (vem muita comida); preparar mais lanches mais rápido para depender menos dos parques.

Seguem algumas fotos de pratos e refeições.

Cadastre-se para receber e-mail quando houver posts novos!

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Fiz uma pesquisa aqui no nosso blog e só encontrei um post sobre o Hotel Fazenda Cascatinha! Fiquei...

Foi assim: o Marcelo conheceu a Ludus Luderia no fim de 2015, quando viajou sozinho pra São Paulo....

Durante nossas férias de 15 dias em São Paulo com as crianças, ficamos 5 dias em Campos do Jordão e...

10 comentários
 
  1. Michele 30 de agosto de 2012 at 11:03 Responder

    Gostei muito dos posts de vcs e estou lendo aos poucos… Como vcs se dispuseram a tirar minhas duvidas ai vai mais uma! As comidas de lá são pouco saborosas? estou com medo dessas comidas, pelas fotos realmente é muita comida mesmo, mas não me agradaram muito… minha filha é um pouco enjoada pra comer. o que fazer com essa criança????? se tiver arroz, feijao, ovo, macarrão e miojo com certeza não passarei aperto, mas não vi nada parecido. 🙁 o plano de refeiçao vale a pena ou não?

    • Carlos Marcelo Bianchi 2 de setembro de 2012 at 09:19 Responder

      Nos dispusemos sim e pode mandar mais. Há muitas lanchonetes por toda a parte e esse “junk food” é q não é bom. Nos restaurantes a comida é melhor e em grande quantidade, mas é muito caro e gasta-se muito tempo. Para quem ficar em torno da International Drive, há restaurantes brasileiros por lá: pode ser uma opção de refeição ao menos uma vez por dia. Para fugir da comida imprópria durante o dia, vá no Walmart (http://www.walmart.com/), compre coisas para você fazer o lanche e que você imagina que sua filha vá comer. A variedade é enorme. Eu não lembro de ter visto miojo mas, nada impede de levar daqui do Brasil para o caso de não encontrar por lá. Alguns hotéis têm microondas e você pode tentar improvisar. Segue a dica: relaxe com a comida. Na hora que a fome apertar, ela vai comer o que tiver. 🙂 Não lembro detalhes do plano de refeição, mas avaliamos que não valia a pena porque não iríamos utilizá-lo todo, queríamos liberdade de decidir onde comer (ou não).

  2. Marco Campelo 15 de março de 2012 at 11:00 Responder

    O post era sobre comida, as fotos eram de comida! Fiquei com fome! Mas o que me assustou foi … Vocês comeram um ESQUILO???????????????

    • Mônica Japiassú 15 de março de 2012 at 11:17 Responder

      Hahahahah! Boa, Marco! Mas repare que há comida nas patinhas do esquilo. Portanto, a foto está mostrando uma comida tb! 😉

    • Carlos Marcelo Bianchi 15 de março de 2012 at 11:18 Responder

      Hahahaha! Não! Ele só ficava por perto para o caso de sobrar alguma coisa! 🙂 Esqueci de avisar: ao clicar nas fotos vocês veem a foto maior e com mais detalhes!

  3. Carlos Marcelo Bianchi 15 de março de 2012 at 10:28 Responder

    Esqueci de avisar: temos mais fotos de comidas dos outros dias. Quem quer mais levanta a mão!!!

  4. lilian 15 de março de 2012 at 09:20 Responder

    achei hilário vc ter tomado tanta coca-cola….

    • Carlos Marcelo Bianchi 15 de março de 2012 at 09:56 Responder

      Felizmente não ficamos viciados :), nem as meninas – esse era nosso maior temor. Não por nacionalismo mas, entre os refrigerantes, gostamos de Guaraná Antártica e Grapete. Fora isso, de uma maneira geral, em casa tomamos mais sucos.

  5. Carlos Marcelo Bianchi 15 de março de 2012 at 01:28 Responder

    Caramba! O post ficou enorme, não falei tudo que podia e coloquei fotos de apenas 2 dias de parques! hahahaha! Missão impossível contar tudo sobre a Disney! 🙂 Mas podem continuar perguntando pois temos um enorme prazer em responder.

Deixe uma resposta