Dia das mães

Nós babando e elas crescendo  /   /  Por Mônica Japiassú

Dia das mães

Eu passei 28 anos da minha vida achando que sabia o que minha mãe sentia por mim. Achava que ela me amava e faria tudo que estivesse ao seu alcance por mim. Mas me enganei…

Agora eu sei que ela sente MUITO MAIS QUE ISSO por mim! E sabem por que cheguei a essa conclusão só agora? Porque me tornei mãe também, e só dessa forma conseguimos sentir plenamente o que nossa mãe sente por nós.

Amor de mãe é algo sublime, que está acima de tudo e de todos. É algo que não dá pra definir em poucas palavras. Na verdade, não dá pra definir. E ponto. Só dá pra sentir…

Se alguém que ainda não é mãe quer ter uma pequena idéia do tamanho desse amor, tente se imaginar fazendo as seguintes coisas:

– Tomar suco sem açúcar;
– Comer muitas verduras;
– Tomar leite desnatado;
– Atravessar a rua com o dobro de cuidado;
– Engordar pelo menos 1 Kg por mês;
– Sentir muita dor;
– Dormir poucas horas por noite e ainda ter o sono interrompido várias vezes;
– Deixar de sair pra se divertir com os amigos;
– Trocar fraldas fedorentas;
– Tentar decifrar um choro;
– Ter que ninar alguém várias vezes por dia;
– Dar banho em alguém todos os dias;
– Não conseguir mais tirar aquela sonequinha no domingo à tarde;
– Se atrasar pra qualquer compromisso…

Agora imagine-se fazendo essas poucas coisas com prazer, com um sorrisão no rosto!

Conseguiram imaginar? Não? Tudo bem, não pensem que por isso não estão preparadas para a fase mais linda da vida de uma mulher. Eu também não me imaginaria fazendo essas coisas (e muitas outras que não citei) com tanto prazer como faço desde que soube que estava grávida.

Esse prazer vem do nosso instinto maternal, que aflora assim que sabemos que existe uma vida crescendo dentro de nós e, junto com essa vida, um amor sobrenatural, que cresce exponencialmente e nos faz ver nossos filhos em primeiro lugar para qualquer coisa.

Agradeço a Deus todos os dias por ter enviado a Amandinha para nós e, principalmente, pela sua saúde! Graças a Ele, a Amandinha não ficou doentinha nenhuma vez nesses 4 meses e meio. Imagino que ver um filho doente seja uma das maiores angústias de uma mãe…

Bem, pra finalizar, quero dizer que estou AMANDO ser mamãe! Meu prazer em cuidar da Amandinha só aumenta a cada dia! Espero fazer de tudo para que, no futuro, ela sinta muito orgulho de mim!

E um feliz dia das mães para todas as mamães que nos visitam!

Cadastre-se para receber e-mail quando houver posts novos!

Gostou desta matéria? Leia estas também!

Blog renovado! Clique aqui para ir para nosso novo blog! Cadastre-se para...

Blogagem coletiva >> Relato de parto O relato de hoje não é do parto da Amanda (que pode ser visto...

Disney World >> Visto americano – Parte 2 Continuando os posts desta série, hoje farei um resumo do...

10 comentários
 
  1. vilmajapi 10 de maio de 2005 at 16:17 Responder

    Juro que não sou gaga… mas o OptiCyber Bronwser ficou maluco!

  2. vilmajapi 10 de maio de 2005 at 16:15 Responder

    É, vovô , o casal já demonstrou que pode aumentar a prole com muita segurança e amor…

  3. Mi 9 de maio de 2005 at 09:05 Responder

    Mo
    Adorei o post!! Não vejo a hora de saber o que é tudo isso.
    Feliz dia das mães pra vc!!
    bjos

  4. Édina 8 de maio de 2005 at 22:40 Responder

    Oi Monica!
    Eu sempre venho aqui e não poderia deixar de passar hoje né? Mesmo que meio atrasadinha!!! Só pra desejar um feliz dia das mães, afinal todo dia é dia né? Mas sei que esse tem um gostinho especial por ser o primeiro!! Espero que venham muitos… Junto com a Amandinha e os irmãozinhos dela!!! rsrs
    Beijinhos e tenham uma boa semana!!!

  5. monica 8 de maio de 2005 at 21:59 Responder

    (….)…. Oooo….
    …(…..(…..)…
    .._)….. )../….
    ………. (_/…..TÔ PAXANDU!!!
    oooO
    (….)…. Oooo….
    …(…..(…..)…
    .._)….. )../….
    ………. (_/…..TÔ PAXANDU…
    oooO
    (….)…. Oooo….
    …(…..(…..)…
    .._)….. )../….
    ………. (_/…..CALMA TÔ PAXANDU…
    oooO
    (….)…. Oooo….
    …(…..(…..)…
    .._)….. )../….
    ………. (_/…..NAUM TÔ CUM PREXA
    oooO
    (….)…. Oooo….
    …(…..(…..)…
    .._)….. )../….
    ………. (_/…..TÔ FICANDU CANXADU
    oooO
    (….)…. Oooo….
    …(…..(…..)…
    .._)….. )../….
    ………. (_/….. MEU PÉ JÁ TA DUENDU
    oooO
    (….)…. Oooo….
    …(…..(…..)…
    .._)….. )../….
    ………. (_/…..DAQUI A POUCO EU CHEGO
    oooO
    (….)…. Oooo….
    …(…..(…..)…
    .._)….. )../….
    ………. (_/…..

    oooO
    (….)…. Oooo….
    …(…..(…..)…
    .._)….. )../….
    ………. (_/…..CHEGUEI…
    adorei seu blog!!
    quando der vem me visitar!
    q deus te ilumune sempre
    beijos da monica!!!!

  6. Vania Japiassu Viana 8 de maio de 2005 at 21:58 Responder

    Só uma filha com muito amor, pode ser também uma mãe com muito amor, só quem doa, recebe.

    É incomensurável o amor de mãe … mas também é incomensurável a satisfação de uma mãe, sentir que criou seus filhos e eles se tornaram excelentes pais, e são reconhecidos e carinhosos.
    Um beijo no coração de vocês três.

    Com a todo amor – Salve o dias das mães !

  7. Laura Sá 8 de maio de 2005 at 20:07 Responder

    AAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHH
    EU NÃO ACREDITO QUE CONSEGUI!!!!!
    Sempre que eu clicava no link dos coments, pulava sempre pro post anterior!!!! Ahhhhhhhhhh EU CONSEGUI!!!! Afe …. Antes que algo de errado aconteça … FELIZ DIA DAS MÃES MONIQUETE!!!! Apesar de nosso dia ser todos desde o nascimento até o resto de nossas vidas! 😉 Beijao!!!

  8. Lúcia Japiassú 8 de maio de 2005 at 18:49 Responder

    É, Monica, ser mãe é isso tudo e muito mais! é um amor incomensurável, é um dar-se sem pensar em receber nada em troca, é ter vontade de chorar quando vemos o filho(a) chorar por qualquer motivo que seja, é querer fazer tudo o que pode para ver um filho curado de qualquer doencinha que seja, enfim é o AMOR mais puro que existe.
    TE AMO é muito pouco para expressar o que sinto por vocês! 🙂

  9. Dany e Isadora 8 de maio de 2005 at 13:30 Responder

    Feliz dia das Mães!! Adorei seu texto, vc disse tudo!!! mil beijos

  10. José (pai da Mônica/avô da Amandinha) 8 de maio de 2005 at 10:58 Responder

    Mônica, a Amanda é privilegiada! Dos bilhões de habitantes do planeta, ela é a única que tem o privilégio de ter você como mãe!
    Mas espero que não demore muito pra ela dividir esse privilégio com mais 2 ou 3!

Deixe uma resposta