Balanço de 2003

Nós babando e elas crescendo  /   /  Por Mônica Japiassú

Viajaremos amanhã cedinho pra passar o Reveillon em Búzios, então já deixamos aqui nosso desejo de um 2004 de muita luz, paz e sucesso pra vocês!

Como despedida de 2003, deixo aqui um texto que escrevi para ler no Natal, na casa dos meus pais, na hora de dar o presente para meu amigo oculto, que foi meu querido maridinho Celinho! (e não foi marmelada!) 🙂

Balanço de 2003

No fim de cada ano, geralmente as pessoas fazem um balanço do ano que passou para refletirem sobre os erros e acertos e fazerem tudo melhor no ano seguinte.

Eu nunca tive o costume de parar pra fazer essas reflexões, mas acho que nesse ano aconteceu tanta coisa diferente e especial, que mereceu que eu parasse durante muitos momentos pra relembrar de tudo que se passou. E resolvi compartilhar meus pensamentos com vocês, que eu amo tanto.

Eu sempre ouvi falar que pra cada porta que se fecha, outra se abre. Então, resolvi escrever sobre algumas das portas que vi se fechando e se abrindo em 2003.

  • Vi um casamento de alguns anos acabar. Mas também vi um lindo relacionamento brotar.
  • Vi oportunidades de emprego escorrerem pelas minhas mãos. Mas também vi outras ótimas oportunidades de trabalho se concretizarem.
  • Vi desunião e desamor num relacionamento lindo, de muitos anos. Mas também vi que, havendo ajuda mútua e boa vontade, o amor pode voltar a florescer.
  • Vi como a intolerância e a falta de diálogo podem causar o afastamento de pessoas que se gostam. Mas também vi que, com paciência e fé, tudo se resolve sem a necessidade de brigar.
  • Vi o desânimo que a falta de dinheiro pode causar. Mas também vi que é muito gratificante ter condições de ajudar a quem amamos.
  • Vi uma carreira profissional de muito tempo acabar por falta de oportunidades. Mas também vi como um trabalho novo pode distrair e fazer bem às pessoas.
  • Vi um colega de trabalho descobrir que tem câncer. Mas também vi como as dificuldades fazem o ser humano valorizar mais a vida.

    Provavelmente alguns aqui não entenderam tudo que falei pois não assistiram comigo essas portas que se fecharam e as outras que se abriram. Mas posso dizer que cada porta que eu assisti fechando me deixou triste. Umas muito mais que as outras, chegando a me levar a pensar “Meu Deus, por que isso está acontecendo logo no ano que deveria ser o ano mais feliz da minha vida?”.
    Porém, consegui continuar com a cabeça erguida. E depois de passar por vários momentos de tristeza, um único dia, uma simples noite, fez eu esquecer de tudo de ruim que tinha acontecido e tornou o ano de 2003 O MELHOR ANO DA MINHA VIDA! Um ano que vai ficar guardado no meu coração pra sempre, simplesmente por causa do dia mais extasiante que já vivi: o dia do meu casamento!
    E aproveitando o momento, quero agradecer a todos vocês por tudo que fizeram para tornar o meu casamento tão especial!

    Bom, eu fiz esse texto pensando no meu amigo oculto, que é o meu personagem principal dessa história toda que contei. É aquele que esteve ao meu lado em todos os momentos me dando força, me trazendo a fé de volta quando ela teimava em ir embora, cuidando de mim como amigo, como irmão, como pai, como mãe, e me tratando com um amor infinito e puro. E sem ele, o dia mais feliz da minha vida não teria acontecido!

    É a você, Celinho, meu amigo oculto e minha alma gêmea, que eu dedico este texto. Obrigada por existir na minha vida!

    Cadastre-se para receber e-mail quando houver posts novos!

  • Gostou desta matéria? Leia estas também!

    Blog renovado! Clique aqui para ir para nosso novo blog! Cadastre-se para...

    Blogagem coletiva >> Relato de parto O relato de hoje não é do parto da Amanda (que pode ser visto...

    Disney World >> Visto americano – Parte 2 Continuando os posts desta série, hoje farei um resumo do...

    7 comentários
     
    1. Tia Vania 12 de janeiro de 2004 at 11:24 Responder

      Afilhados,

      Atrasada como sempre, mas … pouco sobra espaço para eu vir ao computador, pois é Vivi, Gabi, Toinho, a concorrência é grande, quando chega minha vez, estu com sono.
      Seu texto de Natal nos deixou muito emocionados, pena que as pessoas que aqui deixaram o comentários, não tiveram a oportunidade de participar e estar presentes naquele momento de tanta ternura que você nos dedicou. Que sua ternura, amor, fraternidade, amizade, perdure, iluminando sempre seus dias e do “Celinho”(desculpe o abuso), mas afilhados a gente abusa, né.
      Obrigada pelos momentos tão belos que vocês nos proporcionaram neste Natal.

      Beijos calorosos nos dois afilhados do coraçaõ.

      Tia Vania

    2. Suraya 2 de janeiro de 2004 at 18:51 Responder

      Que lindo!!! Espero que vocês sejam muito felizes em 2004 e que ainda tenham muitos ‘melhores anos’ pela frente! Bjs, Su.

    3. Adria (madrinha junto com o Leo) 30 de dezembro de 2003 at 14:24 Responder

      Nossa, Mônica! Que Lindo… Adorei o texto!
      Um feliz Ano Novo pra vc e pro Carlos, e pra toda galera q freqüenta o blog!!! Bjx.

    4. Lua 30 de dezembro de 2003 at 09:32 Responder

      Oie… muito bunito esse texto!!! Esse é o momento de refletir né??? e esse ano para mim foi muito bom também… pq eu lembro das coisas boas apenas! E 2004 vai ser o meu GRANDE E MARAVILHOSO ano!!! Falta exatamente UM MÊSSSSS!!!!! Boa viagem e Feliz 2004 para todos nós! Bjús

    5. Marco Campelo 30 de dezembro de 2003 at 07:37 Responder

      Muito bonito, Monica.
      Tambem estou viajando hoje, entao aproveito para desejar um Feliz 2004 para toda sua familia.

      Beijos!

    6. Paty madrinha preferida 30 de dezembro de 2003 at 00:08 Responder

      q bonitinho seu texto! feliz ano novo e boa viagem!!

    7. Leo (padrinho junto com a Adrinha) 29 de dezembro de 2003 at 23:24 Responder

    Deixe uma resposta