A Letícia nasceu!

Nós babando e elas crescendo  /   /  Por Mônica Japiassú

A Letícia nasceu!

Não, não é o blog que está repetindo um post de 3 meses atrás por engano. 🙂

É que a Letícia completou 3 meses no sábado passado e, segundo o dr. Karp (autor do livro e do DVD “O bebê mais feliz do pedaço”), agora sim ela está pronta para viver do lado de fora do útero!

Como falei em posts anteriores, estamos seguindo as técnicas do dr. Karp desde que a Letícia nasceu, tanto para acalmá-la quando está chorando quanto para ela dormir melhor. E aprovamos e recomendamos o método!

Realmente é impressionante a velocidade com que o bebê evolui nos primeiros 3 meses de vida!

Quando chega em casa depois que nasce, é aquele pacotinho miudinho, frágil, que ainda chora baixinho quando está com fome. Dá até para identificar as 3 primeiras fases do bebê pelo seu choro: no início, o chorinho parece uma cornetinha de brinquedo.

Depois de 1 mês, o bebê já engordou um pouco, já não parece que vai “quebrar” quando o pegamos no colo, porém ficamos às voltas com suas cólicas, geralmente no fim da tarde. E tome cornetinha no nosso ouvido!

Aos 2 meses já nos dá aquela vontade de apertar e morder aquelas coxas e bochechas fofinhas do bebê, que já nos presenteia com sorrisos banguelas e encantadores. Contudo, quando sente fome ou dor, seu choro já não é mais uma cornetinha, mas sim uma buzina! Já começa até a estranhar as pessoas que não convivem com ele e buzina pra elas!

Depois dos 3 meses, tudo começa a melhorar, e a rotina do bebê já está estabelecida, com horários certinhos pra se alimentar e dormir. Já seu choro, passa da buzina para a sirene! É, realmente o dr. Karp tem razão: o bebê já está pronto pro mundo, pois não há como ele não obter ajuda depois que liga sua sirene! Hahahaha!

A nossa Pituxinha, até que não chora muito. Até seus 2 meses, além de chorar quando estava com fome, também chorava quando tinha sono, e aí tínhamos que aplicar o método do dr. Karp algumas vezes durante o dia, pra acalmá-la.

No último mês pudemos abandonar as técnicas durante o dia, pois a Letícia já não chora tanto fora dos horários das mamadas. E quando chora (ou melhor, resmunga), basta dar um aconchego pra ela no nosso colo, que ela logo se acalma.

Já durante a noite, só tivemos coragem pra começar a tirar as técnicas agora, depois dos 3 meses.

Até agora, a noite da Letícia é inteiramente assim: embrulhada, na cadeirinha de balanço (balançando), com som de batidas do coração ao lado (tocando no celular). E ela tem dormido entre 6 e 8 horas seguidas, e sempre dormindo novamente mais umas 3 ou 4 horas após mamar.

Como o sono dela está uma maravilha, dá até medo, mas resolvemos ir tirando essas técnicas aos poucos, pois acreditamos que a partir de agora a Letícia pode acabar se acostumando com esse ritual e não conseguir dormir de outra maneira mais pra frente.

Nosso plano é o seguinte:

1) Deixá-la no balanço, mas sem balançar;
2) Colocá-la no berço;
3) Tirar o som de batidas do coração;
4) Deixar um braço pra fora do embrulho;
5) Tirar o embrulho.

Pretendemos fazer tudo sem pressa, e se precisarmos retroceder um passo, não tem problema. O importante é que nossa filhinha não sinta uma diferença muito brusca em seu padrão de sono.

Acredito que aos 4 meses ela já esteja dormindo a noite inteira no berço.

Bem, só falei de sono até agora, né? 🙂 Então, pra finalizar este post enorme, vamos passar para as gracinhas que ela faz durante o dia! 🙂

  • A Letícia nos enche de sorrisos quando mandamos beijos estalados pra ela e dá gargalhadinhas gostosas quando beijamos na altura de suas costelas (ela sente cócegas).
  • Acompanha a câmera fotográfica quando fico movendo-a de um lado pro outro, e dá largos sorrisos quando vê o flash da câmera.
  • Faz uns sonzinhos lindos, parece até que está querendo conversar!
  • Presta atenção nos DVDs do Cocoricó e do Toquinho no mundo da imaginação.
  • Às vezes dorme quando passeia de carro, às vezes fica quietinha acordada, e às vezes chora pra caramba.
  • Gosta de passear de carrinho na rua.
  • Sua única alimentação é o leite da mamãe.
  • Mama com intervalos entre 2 e 3 horas durante o dia.
  • Quando acorda de manhã, fica quietinha no balanço, e quando nos vê dá um sorrisão lindo!
  • Está com altura dentro da curva do crescimento (59,6 cm) e peso um pouco acima da média (6,2 kg).

    É a bebê mais linda e feliz do pedaço!

    Cadastre-se para receber e-mail quando houver posts novos!

  • Gostou desta matéria? Leia estas também!

    Blog renovado! Clique aqui para ir para nosso novo blog! Cadastre-se para...

    Blogagem coletiva >> Relato de parto O relato de hoje não é do parto da Amanda (que pode ser visto...

    Disney World >> Visto americano – Parte 2 Continuando os posts desta série, hoje farei um resumo do...

    6 comentários
     
    1. Marcio Tchumburey 20 de julho de 2009 at 20:29 Responder

      Essa tal de tia dinda é puxa-saco demais da conta… Caramba!!!
      Não adianta que você não vai ser madrinha da Letícia, não…

    2. Tia dinda Paty 17 de julho de 2009 at 19:13 Responder

      Ah, Lulu… tb acho ela quietinha e maravilhosa!!!! Será q eu sou uma tia babona? hhahahahahah Bjussss

    3. Tia dinda Paty 17 de julho de 2009 at 19:12 Responder

      É a mais linda e fofa do pedaço mesmo. Uma menina muito quietinha e simpática… Adorei os sorrisos dela pro meu celular, tô com várias fotos dela sorrindo! Simpatia q nem a irmã!!!

    4. Lúcia Japiassú 17 de julho de 2009 at 18:11 Responder

      Sou testemunha ocular , de que o método desse Pediatra é EXCELENTE!!!
      A Letícia é uma bebezinha calminha e maravilhosa! ela até já conversa com a gente!…kakakakakakakaka..não é mentira, nem coisa de vovó babona, eu entendo tudo o que ela “fala”! 🙂

      beijos minha netinha linda!

    5. Cris e Heitor 17 de julho de 2009 at 16:33 Responder

      Adorei ler as novidades da Amanda. E se é que os bebês “nascem” aos 3 meses, como diz o Dr. Karp, só tenho a dizer de novo: Seja bem-vinda Letícia!!! Que delícia que deve ser cuidar desta bebezinha! bjs…

    6. Leozinho 17 de julho de 2009 at 12:19 Responder

      Viva a Lele!!!

    Deixe uma resposta